América

Pela reação, América tenta repetir triunfo de 1992 no Olímpico

postado em 26/07/2011 15:40 / atualizado em 26/07/2011 17:26

Silvio Avila/Arquivo Estado de Minas


Apesar de nunca ter derrotado o Grêmio na divisão de elite, o América tem ao menos um motivo para acreditar na vitória contra o tricolor gaúcho, nesta quarta-feira, fora de casa, pela 12ª rodada do Nacional. Em 1992, o Coelho bateu o rival no Estádio Olímpico, por 1 a 0, em jogo válido pela Série B.

Naquele ano, o América teve início ruim na competição. Não venceu nenhum dos três primeiros jogos - enfrentou Ponte Preta, Londrina e Paraná -, mas conseguiu a reabilitação na quarta rodada ao derrotar o Grêmio.

Na sequência, o Coelho começou uma série de bons resultados incluindo uma nova vitória sobre o Grêmio (1 a 0), dessa vez, no Independência. O time terminou a primeira fase da Série B na liderança do Grupo D e ficou à frente, inclusive, do campeão daquela edição, o Paraná.

O América também vive um jejum de vitórias nesta temporada. Entretanto, a situação agora é bem mais complicada na Série A. Já são dez partidas sem vitórias e a equipe figura na zona de rebaixamento desde a sexta rodada. O Grêmio, mais uma vez, surge como o adversário a ser batido.

Confrontos no Olímpico

Ao todo, América e Grêmio se enfrentaram seis vezes no Olímpico. Os gaúchos venceram cinco (1972, 1998, 2000 e 2001) e perderam uma (1992). Apenas um confronto em Porto Alegre não aconteceu pela Série A ou B. Na temporada de 2001, a partida foi válida pela extinta Copa Sul-Minas e também teve vitória gremista.

Retrospecto geral

Ricardo Rimoli/Lancepress
O Grêmio também leva vantagem no retrospecto geral. São dez jogos na história do confronto. O tricolor gaúcho venceu cinco, contra três triunfos do América. Houveram ainda dois empates.

São cinco confrontos pela Série A: quatro no Olímpico e um no Mineirão. O Grêmio venceu todos em Porto Alegre e empatou o primeiro, em 1971, fora de casa.

Dois jogos foram na Série B (com duas vitórias do América) e outros três na Copa Sul-Minas: um triunfo para cada lado e um empate.

A partida com maior número de gols foi em 2001, quando o Coelho bateu seu rival, por 4 a 3, no Independência, pela Copa Sul-Minas. O placar mais elástico também ocorreu em 2001. No Brasileirão, o tricolor gaúcho venceu o América por 3 a 1. (UAI)

Veja os confrontos entre Grêmio e América no Olímpico

1972 – Grêmio 1 x 0 América (Campeonato Brasileiro)

1992 – Grêmio 0 x 1 América (Série B)

1998 – Grêmio 2 x 1 América (Campeonato Brasileiro)

2000 – Grêmio 2 x 1 América (Campeonato Brasileiro)

2001 - Grêmio 1 x 0 América (Copa Sul-Minas)

2001 – Grêmio 3 x 1 América (Campeonato Brasileiro)

Tags: