América

SÉRIE A

América fica no empate sem gols em jogo 'morno' contra Grêmio e amplia jejum no Brasileiro

Coelho não aproveita mando de campo e soma apenas um ponto diante da torcida

postado em 31/07/2016 20:30 / atualizado em 31/07/2016 22:20

Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press
Ainda não foi dessa vez que o América voltou a vencer no Campeonato Brasileiro. O Coelho teve as dificuldades ofensivas que o acompanham desde o início, principalmente contra um adversário equilibrado na defesa, como o Grêmio. O empate sem gols em um jogo sem muitas emoções no Independência, na noite deste domingo, aumentou para oito jogos o jejum de triunfos da equipe mineira na Série A.

O América não vence desde os 2 a 1 diante do Coritiba, no Independência, em 18 de junho. Depois, o Coelho colecionou fracassos, com sete derrotas consecutivas, além do empate com o Grêmio. Com isso, o time mineiro não consegue esboçar uma reação, se mantendo afundado na lanterna, agora com nove pontos – a equipe alviverde está a dez pontos do Vitória, primeiro fora da zona de rebaixamento. Já o tricolor de Porto Alegre foi a 31 pontos, ocupando o quarto lugar.

O América terá que buscar fora de casa o fim do incômodo jejum de triunfos. O Coelho sairá para visitar o Sport, na próxima quarta-feira, às 19h30, na Ilha do Retiro. Já o Grêmio terá pela frente outro pernambucano, o Santa Cruz, quinta-feira, no mesmo horário, na Arena em Porto Alegre.



O jogo

Quem esperava ver um América esperando o Grêmio, dando prioridade ao setor defensivo, se enganou. Em situação desesperadora e com o jovem Matheusinho titular, o Coelho não se intimidou com a boa campanha do tricolor e criou boas chances no primeiro tempo, obrigando Marcelo Grohe a trabalhar. Pablo quase encobriu o goleiro, que tirou no tapinha para escanteio. Em seguida, ele se esticou para evitar gol de Michael, em cabeçada certeira.

O Grêmio também ofereceu riscos a João Ricardo, que no entanto não trabalhou tanto como o colega de posição. Faltou ao tricolor acertar o pé na forma. Na melhor oportunidade dos visitantes, Douglas descobriu a entrada de Bolaños na área. Mas o equatoriano concluiu à esquerda do goleiro americano, passando perto da trave, para fora.

O segundo tempo manteve o equilíbrio entre os times. Mas era um jogo de poucas emoções, um tanto ‘frio’. O clima só esquentou em algumas divididas mais fortes, como a de Marcelo Oliveira em cima de Matheusinho. Depois, um carrinho perigoso em disputa com Osman resultou em cartão vermelho para Edílson. O Grêmio, que já trocara os atacantes, ficou sem Douglas, que deixou o campo para entrada de Ramiro, recompondo a perda defensiva.

Matheusinho tentou se movimentar e chamar o jogo, mas teve dificuldade com a forte marcação. E quando a oportunidade surgiu, dentro da área, a revelação não teve domínio da bola. Ele cedeu lugar ao estreante Loboa, que não teve tempo para mostrar muito. Do lado gremista, Bolaños acertou a trave de João Ricardo, depois de receber passe pela esquerda. O empate sem gols ficou de bom tamanho pela atuação dos times. Para o América, no entanto, um ponto representa muito pouco para quem espera uma reação no Brasileiro.

AMÉRICA 0 X 0 GRÊMIO


América
João Ricardo; Jonas, Alison, Sueliton e Gilson; Pablo, Leandro Guerreiro (Claudinei), Juninho e Matheusinho (Loboa); Osman e Michael (Victor Rangel)
Técnico: Enderson Moreira

Grêmio
Marcelo Grohe; Edílson, Geromel, Wallace Reis e Marcelo Oliveira; Jaílson, Maicon, Negueba, Douglas (Ramiro) e Pedro Rocha (Guilherme); Miller Bolaños (Henrique)
Técnico:
Roger

Motivo: 17ª rodada do Campeonato Brasileiro
Estádio: Independência
Arbitro: Raphael Claus (Fifa-SP)
Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)
Público: 1.534 pagantes
Renda: R$ 23.330
Cartões amarelos: Jonas, Osman (AME); Marcelo Oliveira, Maicon (GRE)
Cartão vermelho: Edílson (GRE)

Tags: jejum independência empate coelho américa gremiors seriea