América

AMÉRICA

Presidente do América fala sobre sondagem do Grêmio a zagueiro Paulão e admite chegada de novos reforços

Salum vê necessidade de qualificar ainda mais o grupo para a disputa da Série B

postado em 30/04/2019 15:24 / atualizado em 30/04/2019 15:54

<i>(Foto: Estevão Germano / América)</i>
O América tem nesta terça, data em que completa 107 anos, seu segundo compromisso pela disputa da Série B, contra o Botafogo-SP, às 21h30, no Independência. O Coelho estreou com derrota na competição e pode ter sua caminhada rumo ao acesso complicada, pelo assédio de outros clubes a seus atletas. A bola da vez - outra vez - é o zagueiro Paulão, cuja especulação da saída foi analisada pelo presidente Marcus Salum.

“Esse assunto do Paulão é recorrente. Eu detesto, às vezes, numa competição, ficar com um jogador que todo mundo quer e que ‘está para sair, não está para sair…’. Eu ja falei o seguinte - Paulão deu até uma entrevista muito boa outro dia - se o clube tiver interessado nos procure e a gente resolve a situação. O que eu não quero é ter um jogador com a possibilidade de sair o tempo todo. Mas não recebemos nenhuma informação do Grêmio ainda. A gente acompanha as notícias. Se acontecer, não vejo problema nenhum em resolver a situação”, disse o presidente”, afirmou o dirigente americano. 

Mas, se por um lado, o elenco americano pode perder peças, há também grandes chances de chegada de novos jogadores. Para Salum, a disputa da Segunda Divisão demanda fôlego e, portanto, reforçar o grupo é uma necessidade. 

“Para o América conseguir regularidade na competição, vai ter que estar sempre atento à melhora do grupo, nas contratações. Eu sempre falo que contratação nunca está fechado. Está sempre aberto. Sabemos que temos um elenco reduzido, que temos que fazer algumas contratações. Teremos oito jogos, depois uma parada de 30 dias. Estamos atentos a isso tudo. Agora, que vão vir reforços, com certeza virão ainda para essa equipe. Não porque o time não esteja bom. É porque o nosso plantel hoje é insuficiente para aguentar uma corrida de resistência como é a Série B”, disse.

Tags: serieb futnacional interiormg mercadobola americamg coelho paulao germiors