América

AMÉRICA

Para Lisca, empate no clássico teve sabor de derrota para o América

Treinador disse que time estava perto de ampliar e levou o gol

postado em 09/02/2020 22:18

(Foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Em seu segundo jogo à frente do América, o técnico Lisca não sentiu o gosto de vitória. O empate diante do Cruzeiro, por 1 a 1, neste domingo, no Mineirão, pelo Campeonato Mineiro, foi o segundo consecutivo do treinador no comando do Coelho. Se pela Copa do Brasil, no 1 a 1 com o Santos-AP, em Macapá, o resultado foi satisfatório em função da classificação à etapa seguinte, dessa vez, no Estadual, a sensação foi diferente.

Lisca considera que o América perdeu a chance de deixar o Mineirão com o triunfo, após sair na frente. Ademir abriu o placar aos 24min do segundo tempo, mas Maurício, em falha do goleiro Airton, empatou para o Cruzeiro aos 32. "Nosso time esteve bem, voltou até melhor para a segunda etapa. Fizemos o gol e quando estávamos perto do segundo, acabamos sofrendo o empate", declarou.



"Aí, o jogo ficou parelho, o Cruzeiro passou a alongar a bola no Welinton. Nós ainda tentamos, mas não conseguimos. Ficou um empate com gostinho de derrota, pelas circunstâncias", acrescentou o treinador, que esperava que o time alviverde tirasse proveito do desgaste do adversário. 

"O Cruzeiro estava mais cansado, Adílson tinha colocado quatro atacantes. Infelizmente, acabamos errando. Mas não dá para ficar lamentando um empate com o Cruzeiro. Vamos pensar no jogo de quarta-feira, contra o Villa. Nem vamos ter muito tempo", completou Lisca, citando o jogo adiado no Castor Cifuentes, remarcado para esta quarta-feira, dia 12, às 19h15.
 
Lisca espera uma postura diferente do Coelho, especialmente em relação aos erros cometidos no clássico. "Demos força aos nossos jogadores, que se esforçaram. Mas podem ter certeza que não vamos cometer o erro de hoje (domingo) nos próximos jogos. Ainda não tem nada de padrão Lisca. Tem padrão América. Cheguei em um clube organizado, com trabalho bem feito", concluiu o treinador. 

Tags: cruzeiro mineirão clássico américa empate coelho interiormg lisca