América

AMÉRICA

Lisca sobe tom após derrota e diz que América esteve 'abaixo em temperamento, atitude e jogo'

Treinador se irritou com atuação em revés para o Figueirense e cobrou reação para a partida decisiva contra a Ponte Preta, pela Copa do Brasil

postado em 19/09/2020 19:25

(Foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)
O técnico Lisca subiu o tom das cobranças após a derrota do América por 1 a 0 para o Figueirense, neste sábado, no Independência, pela 10ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Para o comandante, a resposta do time - bastante modificado em função de lesões, casos de COVID-19, suspensão e desgaste físico - ficou abaixo em termos de “temperamento, atitude e jogo”.

“Nosso grupo não deu a resposta que a gente estava esperando, uma resposta bem abaixo de temperamento, de atitude, de jogo. Hoje, nós ficamos muito abaixo do que a gente esperava, da nossa expectativa”, disse o treinador logo após o revés que tira o América do G4.

Lisca demonstrou chateação pelo desempenho do time nas fases defensiva e ofensiva. O técnico reclamou da quantidade de vezes que o América sofre gols mesmo em partidas em que é pouco exigido pelo rival e, principalmente, pela péssima pontaria do time neste sábado. De 16 finalizações, apenas um foi na direção certa.

“O primeiro tempo ainda foi razoável para bom, fomos superiores, chegamos por um lado e pelo outro, mas não arrematamos para o gol. Nossa estatística mostra um chute no gol em praticamente 100 minutos que jogamos. Realmente fica bem difícil você fazer o gol se você não acertar o gol, se você não exigir o goleiro adversário. Isso realmente nos deixa muito triste, mas vamos ter que trabalhar muito”, disse.

“O Figueirense, pela proposta de vir fechado, já estava contente com o empate, ainda fez um gol na qualidade do arremate deles... Eles tiveram três arremates no gol, muito menos volume que a gente, mas foram bem mais eficientes. Não é a primeira vez que a bola vai pouco ao nosso gol e a gente toma gol. Frequentemente, a gente tem tomado gol. É muito difícil a gente passar sem tomar um gol. Isso nos deixa preocupados, mas agora é juntar os cacos dessa derrota, lamber as feridas e se preparar para terça-feira, que é uma decisão muito importante para a gente”, completou.

Na terça-feira, o América tem um duelo decisivo contra a Ponte Preta, pela volta da quarta fase da Copa do Brasil. A bola rola às 21h30, no Independência. Na ida, empate por 2 a 2 em Campinas. A equipe que vencer avança às oitavas de final; nova igualdade leva a decisão para os pênaltis.

Tags: coelho serieb americamg interiormg futnacional lisca