América
1

AMÉRICA

Após empréstimo e lesão, Felipe Azevedo é decisivo em classificação do América em cima de ex-clube na Copa do Brasil

Meia-atacante fez gols nos jogos de ida e volta contra a Ponte Preta

postado em 23/09/2020 00:50 / atualizado em 23/09/2020 02:35

(Foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)

O meia Felipe Azevedo foi o protagonista do América na classificação às oitavas de final da Copa do Brasil. Nesta terça-feira, ele marcou, em finalização de cabeça, o primeiro gol da vitória por 3 a 1 sobre a Ponte Preta, no Independência, pelo jogo de volta da quarta fase.

Na semana passada, o veterano de 33 anos havia sido o herói ao balançar a rede da Macaca aos 47 minutos do segundo tempo, garantindo o empate por 2 a 2 no duelo de ida, no Moisés Lucarelli, em Campinas.

O site SofaScore deu a Azevedo nota 8.2, a mais alta em América 3x1 Ponte Preta. Além do gol, aos 32min da etapa inicial, ele chutou uma bola na trave, aos 23min.

Embora não tenha participado tanto da troca de passes, também em razão da posse inferior do Coelho (44% a 56%), o camisa 10 obteve 93,3% de acerto no fundamento (14/15), conseguiu quatro interceptações e ganhou a maior parte dos duelos no chão (4/5) e no alto (2/3)

Até pouco tempo, Felipe se encontrava no departamento médico do Coelho, em recuperação de fratura por estresse na fíbula da perna esquerda. A lesão ocorreu em jogo-treino contra o Atlético, no dia 15 de julho, na Cidade do Galo.

Na ocasião, os times estavam em fase final de preparação para retornar às competições, que foram paralisadas por mais de quatro meses devido à pandemia de covid-19 no Brasil.

O curioso é que no primeiro semestre, antes da crise do novo coronavírus, Felipe Azevedo nem sequer fazia parte do elenco alviverde. O jogador atuou por empréstimo no Água Santa, de Diadema, no Campeonato Paulista.

Em nove partidas, todas como titular, fez o gol de empate com a Inter de Limeira, por 1 a 1, pela nona rodada. Sua equipe acabou rebaixada à Série A2 ao lado do Oeste, com campanha final de duas vitórias, dois empates e cinco derrotas.

Algoz de ex-clube


No duelo da quarta fase da Copa do Brasil, Felipe Azevedo foi algoz de um de seus ex-clubes, a Ponte Preta, pela qual marcou 17 gols em 71 jogos em 2015 e 2016. Com o tento desta terça-feira, o meia chegou a seis em 50 partidas pelo América.

No Brasil, o atleta também se destacou por Sport (37 gols em 176 jogos) e Ceará (36 gols em 113 jogos). Na carreira, segundo dados disponibilizados pelo SoccerWay e Futebol 80, são 126 gols em 514 apresentações.

Próxima fase da Copa do Brasil


O América conhecerá o adversário da próxima fase da Copa do Brasil em sorteio a ser realizado pela CBF. O Juventude também avançou na competição ao superar o CRB. Seis clubes brigam pelas três vagas restantes: Ceará x Brusque (2x0, na ida), Vasco x Botafogo (0x1, na ida) e Atlético-GO x Fluminense (0x1, na ida).

Outros 11 times entram diretamente nas oitavas - Palmeiras, Flamengo, Grêmio, Santos, Athletico-PR, Corinthians, Internacional e São Paulo, representantes do Brasil na Copa Libertadores; Fortaleza, campeão da Copa do Nordeste; Bragantino, vencedor da Série B 2019; e Cuiabá, que conquistou a Copa Verde do ano passado.

Diferentemente de edições anteriores, não ocorrerá distinção de potes nas oitavas de final da Copa do Brasil 2020. Ou seja, existe a chance de confrontos entre times que estão na Libertadores. O campeão do torneio poderá faturar mais de R$ 72 milhões.

Tags: copadobrasil americamg interiormg felipe azevedo pontepretasp