América

AMÉRICA

Marcus Salum assume futebol do América 50 dias após deixar presidência

Retorno de Salum tem relação direta com o projeto que transformará o América brevemente em clube-empresa

postado em 19/04/2021 21:51 / atualizado em 19/04/2021 23:55

(Foto: Juarez Rodrigues/EM/D. A Press)
O América confirmou na noite desta segunda-feira que Marcus Salum está de volta ao comando geral do futebol do clube. Ele encerrou o mandato como presidente em 28 de fevereiro para reduzir a carga de trabalho, cuidar mais da saúde e dar prosseguimento ao processo de sucessão dos negócios de sua família. Mas, informalmente, jamais deixou de opinar quando foi consultado. O retorno ao dia a dia americano ocorre exatamente 50 dias após passar o bastão para o seu sucessor, Alencar da Silveira Júnior.


Segundo a nota, o retorno de Salum tem relação direta com o projeto que transformará o América brevemente em clube-empresa. A instituição já tem sua estratégia alinhada para atrair investidores tão logo a legislação permita que os clubes tenham capital aberto.

Considerando o bom andamento do Projeto Clube Empresa, o presidente do Conselho de Adm., Alencar da Silveira Jr., solicitou ao ex-presidente Marcus Salum a retomada do comando geral do futebol do América, no período transitório do projeto.

Nesta terça-feira pela manhã, Alencar da Silveira Jr., Marcus Salum e Euler Araújo (membro do Conselho de Administração) concederão uma coletiva de imprensa sobre o assunto para conceder mais detalhes sobre o assunto”, informou o América.

Por meio de mensagem de Whatsapp dirigida a conselheiros, torcedores e amigos, o presidente Alencar falou da volta de Salum e revelou que o clube tem acordo avançado com um parceiro.

"Amigos e amigas, torcedores e torcedoras do nosso América,

há muito sabemos que juntos somos mais fortes. Nos últimos anos, a união de nossos dirigentes trouxe grandes conquistas para nosso Clube. Em 2016 e 2017, tive a oportunidade de trazer dois títulos para nossa galeria, com a conquista do Mineiro e do Brasileiro. Nossos torcedores puderam soltar o grito de campeão depois de muitos anos. Na sequência, sob o comando do Salum, o América conquistou outros importantes resultados. Agora, em um momento decisivo, de garantir nossa permanência da séria A e buscar uma competição internacional, entendemos que a união é o melhor caminho para o nosso sucesso. 

É com grande alegria que comunico que a partir de agora Marcus Salum assumirá o futebol, somando com nosso companheiro Euler Araújo. Salum vai coordenar também toda a transição para o clube empresa. Já temos negociações adiantadas que, por força de contrato de confidencialidade, não podem ser adiantadas. 

Agradeço a confiança dos membros do conselho, com quem em breve nos reuniremos para apreciação desses avanços. Sem dúvida, temos novos e promissores tempos no América.

Agradeço ao Marcus Salum por aceitar mais esse desafio pelo América e lembro o que aprendi com meu pai: não fazemos nada sozinhos. 

Juntos conseguimos realizar nossos sonhos. UNIDOS SOMOS MAIS FORTES".

Estrutura


Até a volta de Salum ao futebol, o departamento vinha sendo comandado por Euler Araújo, integrante do Conselho de Administração responsável pela pasta. Desde 24 de fevereiro, o América também conta com Armando Desessards como diretor de futebol.

À frente do futebol, Salum terá a missão de manter o América na Série A do Campeonato Brasileiro. No ano passado, sob sua tutela, o clube foi vice-campeão da Série B e chegou à inédita semifinal da Copa do Brasil. 

Em entrevista ao Superesportes em 12 de fevereiro deste ano (ouça abaixo), Salum explicou a decisão de não concorrer à reeleição no clube. “A única decisão que tomei, e isso disse às pessoas próximas a mim e às pessoas aqui do América, é que só decidi não me candidatar à presidência do América. Não decidi me afastar do futebol, não decidi que não poderia voltar um dia ao América e que as pessoas não poderiam me chamar em algum momento. Só decidi que preciso de um tempo sem a responsabilidade e o peso de ser presidente do América”.

Ouça o podcast com Marcus Salum sobre o futuro do América como clube-empresa:


Tags: américa salum seriea marcus salum clube-empresa