Atlético

ATLÉTICO

Alexandre Gallo esclarece 'mal-entendido' com entidade sobre demissão de Oswaldo

Dirigente explicou à Federação de Técnicos que parte técnica foi o motivo

postado em 12/02/2018 19:17 / atualizado em 12/02/2018 19:40

Juarez Rodrigues/EM/D.A Press
Tão logo anunciou a demissão de Oswaldo de Oliveira, na sexta-feira passada, o Atlético passou a ser ‘alvo’ de protestos de treinadores brasileiros. Em iniciativa da Federação Brasileira de Técnicos de Futebol do Brasil (FBTF), diversos profissionais usaram tarjas brancas ou pretas nas partidas do fim de semana de carnaval, em apoio ao colega dispensado. Além disso, alguns fizeram um minuto de silêncio antes das coletivas. 

Nesta segunda-feira, em contato com o Superesportes, o diretor de futebol do Atlético, Alexandre Gallo, informou que conversou com os responsáveis pela entidade e esclareceu a situação. O dirigente explicou que o protesto criado pela FBTF não passou de um mal-entendido provocado pela demissão de Oswaldo de Oliveira. 

“Eles confundiram a questão. Acharam que (a demissão de Oswaldo) foi por causa da briga com o repórter. E não foi isso, a questão foi técnica. Falei com a diretoria da federação e expliquei o fato. Agora está tudo esclarecido”, enfatizou Alexandre Gallo, que não acredita em uma espécie de ‘boicote’ da FBTF ao incentivar que profissionais se recusem a substituir o colega no Atlético. 

Oswaldo de Oliveira foi demitido depois do empate diante do Atlético Acreano, por 1 a 1, na quinta-feira passada, na Arena da Floresta, em Rio Branco-AC. O resultado garantiu o Galo na segunda fase da Copa do Brasil, mas a atuação da equipe, que por muito pouco não saiu derrotada, deixou a diretoria insatisfeita. Em meio a isso, houve a discussão entre o treinador e o repórter Léo Gomide, durante a coletiva pós-jogo, o que repercutiu mal para o clube nas redes sociais. 

Na sexta-feira passada, o presidente Sérgio Sette Câmara foi à Cidade do Galo e, ao lado de Alexandre Gallo, anunciou a saída de Oswaldo de Oliveira. O mandatário alegou que a decisão foi tomada por causa da fraca produção da equipe neste começo de temporada. Além da dificuldade para avançar na Copa do Brasil, diante de um adversário inexpressivo, a campanha ruim no Campeonato Mineiro foi outro motivo apontado pela cúpula, atribuindo a demissão a uma questão ‘técnica’. 

Tags: Oswaldo de Oliveira Federação Brasileira de Técnicos de Futebol Alexandre Gallo interiormg demissão fbtf diretor galo atlético