Atlético

ATLÉTICO

Em tom de despedida, Róger Guedes admite: 'Pode ter sido meu último jogo com a camisa do Atlético'

Atacante de 21 anos tem propostas de clubes da Arábia Saudita e da Europa

postado em 13/06/2018 23:58

Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press

Mais uma vez, Róger Guedes foi um dos protagonistas de uma vitória do Atlético no Campeonato Brasileiro. Cobiçado por clubes da Arábia Saudita e da Europa, o atacante de 21 anos marcou o primeiro gol do time alvinegro no triunfo por 2 a 1 sobre o Ceará, na noite desta quarta-feira, no Independência. Ovacionado pela torcida, ele falou em tom de despedida após o duelo, válido pela 12ª rodada.

“Pode ter sido meu último jogo com a camisa do Atlético. Se foi meu último jogo, saio muito feliz. Se não foi, vou seguir meu caminho aqui. Se continuar aqui no Atlético, espero continuar ajudando a equipe dentro de campo. Agora, vou ver. Agora, tem essa parada da Copa para decidir o que vai ser. Se for da vontade de Deus eu sair, se for bom para mim e para o meu clube, isso a gente está vendo com os meus empresários agora. Vamos ver o que define”, disse o atacante, momentos após o fim do jogo que manteve o Atlético na vice-liderança do Campeonato Brasileiro.

Emprestado pelo Palmeiras até o final da temporada, Róger Guedes pode não jogar mais com a camisa do Atlético. O futuro do atacante será definido nos próximos dias. Nesta quinta-feira, o empresário Paulo Pitombeira - que representa o jogador - se encontrará com integrantes da diretoria alvinegra. Por enquanto, nada está definido.

“No futebol, quando chega esse momento, é um momento bom. A escolha é difícil, mas é uma escolha boa. Tem várias equipes fora da Europa, tanto da Arábia, nesses lugares, me querendo. Esse carinho da torcida também pesa para ficar aqui. Como eu falei: oportunidades que aparecem na carreira do atleta, ainda mais eu, com 21 anos. Vamos ver. Se for da vontade de Deus… A gente vai ver agora esta semana. Vamos ver o que acontece. Se eu tivesse alguma coisa concreta, eu falaria, sem problema nenhum. Proposta, como eu falei, tem. Não adianta negar. Tinha gente vendo jogo meu hoje também. Agora é com meus representantes, meus empresários, com o Gallo [Alexandre Gallo, diretor de futebol do Atlético], com o presidente (Sérgio Sette Câmara) para ver o meu destino”, continuou.

Outra boa atuação


Nesta quarta-feira, o Independência recebeu mais de 22 mil pessoas. Os atleticanos, entretanto, se frustraram quando o Ceará abriu o placar, já no segundo tempo. Na parte final do jogo, Róger Guedes empatou. Nos acréscimos, Luan virou e garantiu o time na segunda colocação da Série A.

“Foi um jogo difícil, diante de uma excelente equipe. A gente sabe que eles estão lá embaixo da tabela, mas é uma excelente equipe, com excelentes jogadores, de qualidade, tem um meio-campo muito bom. A gente sabia que ia ser um jogo difícil. A gente lutou até o final. Empate seria um pecado, a gente ficou em cima deles o jogo todo. Mas faz parte do futebol. O importante é que saímos com os três pontos. Estou mais uma vez feliz com minha atuação, por poder ajudar a equipe novamente com gols, com jogadas. Principalmente com a vitória. É agradecer a Deus por este momento”, disse Guedes.

O Atlético é o vice-líder do Brasileirão, com 23 pontos - quatro a menos que o primeiro colocado Flamengo. O elenco terá dez dias de férias. Depois, se reapresentam na Cidade do Galo para a intertemporada durante a reta final da Copa do Mundo. A próxima partida será apenas no dia 18 de julho, às 21h45, contra o Grêmio, em Porto Alegre.

Tags: roger guedes mercadobola galo seriea futnacional interiormg atleticomg