Atlético

ATLÉTICO

Atlético quer negociar Maicon Bolt, mas alto salário é empecilho

Clube não consegue encontrar destino para atacante que não foi bem em 2019

postado em 27/12/2019 17:30

(Foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)

O atacante Maicon Bolt chegou ao Atlético em 2019 cercado de expectativas. O desempenho, no entanto, foi muito aquém do esperado. O clube não conta com o jogador para 2020 e tenta encontrar um destino para o velocista, mas encontra dificuldades. O salário é o grande empecilho para qualquer negociação.

O Superesportes entrou em contato com alguns dirigentes de clubes das séries A e B que tinham interesse em contratar Maicon Bolt. A justificativa para o negócio não avançar foi sempre a mesma: “Vencimentos fora dos padrões do clube”.

Maicon Bolt recebe 100 mil euros mensais (R$ 453 mil na cotação atual). O alto valor dificulta a transferência para outro clube do país. 

Um dos dirigentes, que preferiu não ter o nome revelado, contou à reportagem que entrou em contato com o Atlético e desistiu da negociação por causa do valor recebido mensalmente pelo atacante.

“É um jogador interessante, a gente queria contar com ele, mas não temos condições de pagar metade do salário. É muito acima do nosso teto salarial, totalmente fora da realidade”, revelou.

O Atlético estuda o que fazer com Maicon Bolt. O jogador não está nos planos do técnico Rafael Dudamel para a temporada 2020. Em 2019, o atacante fez 27 jogos, com dois gols e cinco assistências.

Se não conseguir emprestar o atacante sem contribuir com parte dos salários, o Atlético tem poucas opções: aceitar dividir ou pagar grande parte dos vencimentos do jogador em uma situação de empréstimo ou tentar uma rescisão amigável do vínculo, que se encerra apenas no fim de 2021.

Tags: galo atlético interiormg seriea mercadobola maicon bolt