Atlético

ATLÉTICO

Após três anos, contrato de Elias com o Atlético chega ao fim sem acordo sobre pagamento de dívida

Experiente jogador de 34 anos chegou com bom currículo, mas foi alvo de críticas em boa parte de sua passagem pelo Galo

postado em 01/02/2020 13:32 / atualizado em 01/02/2020 14:36

(Foto: Alexandre Guzanshe/EM/D. A. Press)

O contrato de Elias com o Atlético chegou ao fim. Três anos após sua chegada à Cidade do Galo, o volante não tem mais vínculo com o clube, mas o término da relação ainda pode ter desdobramentos.

Segundo Eliseu Trindade, pai e representante de Elias, o Atlético tem uma dívida de mais de R$ 2 milhões com o jogador. Os valores são referentes a salários, férias, direitos de imagem, premiação e comissão por intermediação de transferência.

Em entrevista ao SuperesportesEliseu usou palavras fortes para criticar a diretoria do Galo, por uma alegada falta de iniciativa para resolver a questão.

Clube Atlético Mineiro, um grande clube, uma torcida apaixonada e uma grande instituição, mas infelizmente com uma direção medíocre. Nenhum diretor do Atlético entrou em contato conosco”, disse à reportagem.

Versão do clube

O Atlético não nega a existência da dívida com Elias. Entretanto, a direção do clube contesta o valor pedido pelo jogador.

Lásaro Cândido da Cunha
, vice-presidente alvinegro, rebateu as palavras do pai de Elias e disse que tudo será resolvido sem problemas.

“O pai do Elias fala demais. Há uma pendência. Primeiro, não é o valor que ele está falando. E é uma pendência das parcelas finais rescisórias. Não há nenhum problema mais sério. Isso vai ser resolvido sem problemas”, disse Lásaro em entrevista ao Superesportes durante a festa de lançamento do Campeonato Mineiro, no dia 16 de janeiro.

Vai deixar saudades?

Elias foi anunciado como reforço alvinegro em janeiro de 2017, contratado por US$ 2,5 milhões, do Sporting, de Portugal. A chegada elevou a expectativa da torcida, pelo currículo de passagens por grandes clubes como Atlético de Madrid, da Espanha, Flamengo e Corinthians.

Contudo, o volante nunca foi unanimidade entre a torcida do Galo, que esperava que ele repetisse com regularidade as boas atuações que o levaram à Seleção Brasileira. O experiente jogador, de 34 anos, foi alvo de críticas em várias partidas, por parte de atleticanos que reclamavam, principalmente, de uma suposta falta de empenho de Elias em campo.

Os que defendiam o jogador alegavam que seu desempenho teria sido prejudicado por uma ausência de continuidade de trabalho, causada pelas constantes trocas de treinadores do Galo. Mas, apesar de ter sido dirigido por sete técnicos diferentes em três anos de Galo (Roger Machado, Rogério Micale, Oswaldo de Oliveira e Thiago Larghi, Rodrigo Santana, Levir Culpi, Vagner Mancini), Elias teve sequência de jogos, sendo titular na maioria do tempo com quase todos eles, atuando como volante e como meia.

No geral, a passagem de Elias ficou aquém das aspirações do torcedor atleticano. Em 164 jogos com a camisa do Galo, balançou as redes 25 vezes.

Seu único título pelo Atlético foi o Campeonato Mineiro de 2017, quando marcou o gol da vitória por 2 a 1 sobre o Cruzeiro, no Independência, no jogo de volta da final do Estadual.
 

Tags: Galo atleticomg interiormg seriea mercadobola