Atlético

ATLÉTICO

Ex-funcionário da base cobra mais de R$ 700 mil do Atlético na Justiça

Preparador físico Otávio Neves, que trabalhou no clube entre 2006 e 2019, alega que tem a receber valores referentes a 'bichos', horas extras, FGTS, além de outros pedidos

postado em 13/02/2020 15:34 / atualizado em 13/02/2020 15:38

(Foto: Reprodução/TV Galo)
O preparador físico Otávio Ruegger Almeida Neves cobra R$ 711.999,99 do Atlético na Justiça do Trabalho. Funcionário do clube entre setembro de 2006 e maio de 2019, o profissional alega que tem a receber valores referentes a ‘bichos’ (premiações por metas cumpridas em jogos ou competições), horas extras, FGTS, além de outros pedidos.

Decisão em primeira instância foi desfavorável ao Atlético. O juízo da 42ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte condenou o clube ao pagamento das horas extras, FGTS e multa, mas rejeitou o pedido de Otávio sobre os ‘bichos’. A sentença foi publicada em dezembro de 2019 e não estipulou o valor líquido a que o preparador físico tem direito. A quantia ainda será calculada pela Justiça. 

O Atlético recorreu da decisão. “Está em grau de recurso ainda. Temos que aguardar. Há um advogado trabalhista do clube atuando no caso. O clube vai insistir nas suas teses de defesa e aguardar o resultado final”, disse ao Superesportes o vice-presidente do clube, Lásaro Cândido da Cunha.

Otávio Neves não é o único preparador físico que acionou o Atlético na Justiça do Trabalho recentemente. Em janeiro, Igor Junio Oliveira Custódio ingressou com uma ação em que cobra R$ 546.182,94 do clube alvinegro, conforme publicou o Globoesporte.com.

Nos mais de 12 anos na Cidade do Galo, Otávio Neves passou pelas equipes sub-17 e sub-20. Nesse período, foi convocado seguidas vezes para integrar a comissão técnica da categoria júnior da Seleção Brasileira em períodos de treinos na Granja Comary, em Teresópolis, no Rio de Janeiro.

(Foto: Fernando Torres/CBF)

Atualmente, os preparadores físicos das categorias de base do Atlético são Junio Almeida (sub-14), Renato Guimarães (sub-15) e Flávio Sapage (sub-17 e sub-20). No time de transição (sub-23), o responsável é Flávio Luchesi. No principal, são três: Joseph Cañas (homem de confiança do técnico Rafael Dudamel), Luis Otávio Kalil e Ricardo Seguins.

Tags: galo atleticomg interiormg futnacional seriea