Atlético

ATLÉTICO

Sampaoli explica estratégia do Atlético para vencer Flamengo no Rio

Time alvinegro derrotou rival por 1 a 0, na estreia no Brasileirão

postado em 09/08/2020 19:05 / atualizado em 09/08/2020 19:16

(Foto: Pedro Souza/Atlético)
Neste domingo, o Atlético derrotou o poderoso Flamengo, atual campeão do Campeonato Brasileiro e da Copa Libertadores, em pleno Maracanã. Após o triunfo por 1 a 0 - em jogo válido pela primeira rodada da Série A -, o técnico Jorge Sampaoli explicou a estratégia utilizada pelo time alvinegro para superar a equipe rubro-negra, que não perdia em casa pela competição desde 2018.


A ideia do comandante argentino começou a ser vista uma hora antes do jogo, quando a escalação foi divulgada com muitas mudanças. Titulares nas partidas anteriores, o zagueiro Réver e os atacantes Marrony e Keno foram para o banco de reservas. Nas vagas deles, entraram o zagueiro Igor Rabello, o lateral-direito Guga e o atacante Marquinhos. O time, portanto, foi escalado com três defensores e, teoricamente, sem centroavante.

Ao longo da partida, o treinador promoveu cinco alterações. As trocas ocasionaram mudanças significativas no sistema tático. A equipe alternou entre dois e três zagueiros, variando esquemas, entre eles o 3-5-2, o 5-4-1 e até uma espécie de 3-3-2-2. Sampaoli explicou os motivos de tantas alternâncias, baseadas também nas estratégias do Flamengo, que chegou a ter cinco atacantes em campo no segundo tempo.

“A mudança de sistema (no início do jogo) foi estratégia que havia pensado antes da partida. Sobre o desenvolvimento tático que ocorre durante o jogo, há um montão de matizes, sem dúvidas. Com as variações que fez o treinador do Flamengo, fizemos modificações estruturais que permitiram que o Atlético se adaptasse ao que poderia acontecer. Em certo momento, havia muitos atacantes muito bons em campo, e tínhamos que tentar fazer com que a bola não chegasse boa para eles. Em outro momento, quando chegasse a bola, tínhamos que ver como poderíamos defender”, disse.

Questionado se os motivos das mudanças - em especial a escalação inicial com três zagueiros - foi uma tentativa de surpreender o estreante técnico espanhol Domènec Torrent, que chegou ao Brasil há uma semana, Sampaoli negou. “Mesmo que o técnico do Flamengo tenha chegado agora, é uma pessoa que é muito inteligente e já analisou várias vezes um montão de equipes em vários lugares. Seguramente, nos conhecia muito bem”.

Fiel ao estilo



Ao longo de todo o jogo - especialmente no primeiro tempo -, o Atlético sofreu com a marcação alta do Flamengo, que criou várias oportunidades de gol ao recuperar a posse de bola no campo alvinegro. Sampaoli explicou que a estratégia de sair jogando pelo chão e evitar os lançamentos longos foi um pedido feito ao longo da preparação, ainda que ele soubesse que a equipe fosse correr riscos.

No entendimento do treinador argentino, a troca de passes pelo chão atrairia muitos jogadores do Flamengo para o campo defensivo do Atlético, deixando, então, mais espaços para os meias alvinegros. Portanto, se conseguisse superar a marcação e fazer com que a bola chegasse ao ataque, haveria campo livre para criar oportunidades.

“Nós fizemos uma variação para gerar onde estavam os (espaços) livres para poder jogar, que eram nas costas do (Willian) Arão, e prosperar no jogo. À pressão alta do Flamengo, nós insistimos, buscando a saída, buscando chegar aos jogadores que estavam com vantagem. Tudo foi um pouco arriscado, mas foi o que resultou que a equipe tivesse a possibilidade de competir em pé de igualdade com um rival que, previamente, era bastante superior”, explicou.

O gol do Atlético foi marcado por Filipe Luís, contra, após cruzamento do lateral-esquerdo Guilherme Arana, aos 23 minutos do primeiro tempo. Porém, a estratégia de Sampaoli se mostrou efetiva ofensivamente, já que Nathan, que ocupou as costas de Arão, foi um dos destaques da partida, como previu o treinador.

Agora, o Atlético se concentra na partida da segunda rodada do Campeonato Brasileiro. No Mineirão, a equipe receberá o Corinthians, nesta quarta-feira, a partir das 19h15.


Tags: galo brasileiro brasileirao atleticomg interiormg futnacional sampaoli flamengorj seriea