Atlético

ATLÉTICO

Em pior fase do Atlético, ataque vive seca inédita com Sampaoli no Brasileiro

Galo está há dois jogos sem balanças as redes

postado em 03/11/2020 06:00 / atualizado em 03/11/2020 08:04

(Foto: Pedro Souza / Atlético)
 
 
O Atlético vive a pior fase sob comando de Jorge Sampaoli. O time está há quatro partidas sem vencer. Além da queda coletiva, o Galo também viu os principais destaques caírem de rendimento. Se antes era o setor mais eficiente do alvinegro no Campeonato Brasileiro, o ataque vem sofrendo nas últimas rodadas.
 
Pela primeira vez desde que Sampaoli assumiu o comando do clube, o Galo passou duas partidas sem balançar as redes. A primeira foi no empate com o Sport, no Mineirão, pela 18ª rodada, jogo em que o time finalizou 26 vezes. Na derrota dessa segunda-feira, por 3 a 0, para o Palmeiras, o Atlético teve 16 finalizações, mas só duas foram na direção do gol.
 
Nos últimos quatro jogos em que o time deixou o campo sem vencer, foram apenas dois gols marcados. Os números mostram a queda do rendimento das peças ofensivas.
 
Contra o Palmeiras, o Galo não contou com Keno em campo. Sem o atacante, a equipe explorou pouco as jogadas em velocidade pelo lado esquerdo, principal arma na competição.
 
Com isso, os comandados de Sampaoli abusaram dos cruzamentos: foram 26 tentativas e um aproveitamento muito baixo de disputas vencidas.

Mesmo com a queda de rendimento, o Atlético segue com o segundo melhor ataque do Campeonato Brasileiro. O Galo marcou 31 vezes, duas a menos que o Flamengo, líder no quesito.
 
O próximo jogo do Atlético será no próximo domingo, contra o Flamengo, às 18h15, no Mineirão. O técnico Jorge Sampaoli, que não poderá comandar a equipe à beira do gramado, por estar suspenso, terá força máxima para fazer o ataque alvinegro voltar a funcionar no Campeonato Brasileiro. 

Tags: galo atlético interiormg futnacional seriea