Atlético
1

ATLÉTICO

Candidato único à presidência do Atlético pede votos aos conselheiros: 'Importante para demonstrar força e união'

Sérgio Coelho precisa de 185 votos para ser eleito presidente do Galo

postado em 06/12/2020 17:20 / atualizado em 06/12/2020 22:22

(Foto: Divulgação)
Candidato único à presidência do Atlético, Sérgio Coelho enviou mensagem a membros do Conselho Deliberativo pedindo para que participem da votação da próxima sexta-feira, 11, das 9h às 17h, no clube social Labareda. O objetivo é conseguir votação expressiva para demonstrar apoio à chapa que tem José Murilo Procópio como vice.

“Sermos eleitos com boa votação é importante para demonstrar força e união em nosso grupo. Para termos, afinal, um time forte e unido (como continuaremos a tê-lo), nada melhor do que começarmos a fazê-lo desde nossa diretoria”, manifestou-se o sucessor de Sérgio Sette Câmara.

Para serem eleitos no mandato até dezembro de 2023, Sérgio Coelho e José Murilo Procópio precisam receber ao menos 185 votos. Essa quantidade corresponde à maioria simples dos 369 conselheiros ativos do clube (outros nove estão licenciados).

Nos últimos dias, o Superesportes informou que mais de 200 conselheiros apoiavam Sérgio Coelho e José Murilo Procópio. Entre eles estão nomes fortes da política do Atlético: Rubens Menin (MRV), Rafael Menin (MRV), Ricardo Guimarães (BMG) e Renato Salvador (Materdei).

O nome de Sérgio Coelho foi escolhido para encerrar a ‘briga’ nos bastidores do Galo. Recentemente, a política alvinegra virou notícia com as divergências públicas entre o presidente Sette Câmara e o ex-mandatário do clube e atual prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil. Antes aliados, os dois protagonizaram disputa interna que só se amenizou quando o advogado aceitou não tentar a reeleição no clube.

Projetos

 
De acordo com Sérgio Coelho, as diretrizes vão privilegiar ações em quatro direções: 1 - formar elencos competitivos para disputar competições nacionais e internacionais com protagonismo;  2 - aprofundar o processo de reestruturação administrativa e financeira do clube;  3 - inaugurar a Arena MRV; 4 - investir fortemente nas categorias de base, a fim de torná-la referência internacional e reveladora de talentos. 
 
O futuro presidente do Atlético já trabalha nos bastidores em busca de duas renovações contratuais: o técnico Jorge Sampaoli e o diretor de futebol Alexandre Mattos. O vínculo de ambos com o clube termina no fim do próximo ano. 



Perfis


Empresário do setor de revenda de automóveis, Sérgio Batista Coelho foi vice-presidente do Atlético nas gestões de Nélio Brant e Ricardo Guimarães. Em sua passagem pelo clube, o alvinegro foi vice-campeão brasileiro em 1999 e inaugurou a Cidade do Galo.

Em 2004, quando Coelho também era o comandante do futebol do Atlético, o clube só escapou do rebaixamento à Série B na última rodada. Depois da vitória sobre o São Caetano, por 3 a 0, no Mineirão, ele deixou o cargo para contribuir com a instituição em outra área.

Já o advogado José Murilo Procópio é conselheiro grande-benemérito do Atlético. Nos anos 2000, ele foi vice-presidente jurídico do Galo.

Leia a íntegra da mensagem de Sérgio Coelho


Caros conselheiros e conselheiras, boa tarde! 

Eu e meu vice, Dr. José Murilo Procópio, estamos muito felizes por termos conseguido chegar às eleições do nosso clube com apenas uma chapa. Sinal de que nossa mensagem e nossos nomes foram bem aceitos pela grande maioria de vocês. Mas precisamos, agora, darmos uma definitiva mensagem de união. Para isso, peço a todos que, apesar das dificuldades e do momento que estamos passando, façam esforço para comparecerem ao Labareda na próxima sexta-feira, dia 11, entre 9h e 17h, para votar em nossa chapa. Sermos eleitos com boa votação é importante para demonstrar força e união em nosso grupo. Para termos, afinal, um time forte e unido (como continuaremos a tê-lo), nada melhor do que começarmos a fazê-lo desde nossa diretoria. Conto com vocês. Muito obrigado. Até sexta! 

Sérgio Coelho

Tags: Atlético Galo interiormg futnacional seriea Sérgio Sette Câmara Sérgio Coelho