Atlético

ATLÉTICO

Everson descarta grupo rachado no Atlético: 'Não tem problema nenhum'

'Todo mundo respeita a opinião do técnico Cuca', ressaltou o goleiro do Galo

postado em 14/04/2021 17:20 / atualizado em 14/04/2021 18:36

(Foto: Pedro Souza/Atlético)

Depois da derrota do Atlético no clássico contra o Cruzeiro no último domingo, surgiram boatos de questionamentos do atacante Hulk e outros atletas ao técnico CucaA história já havia sido descartada pelo diretor de futebol do alvinegro, Rodrigo Caetano. Entrevistado na Cidade do Galo nesta quarta-feira, o goleiro Everson afirmou que não existe grupo rachado no clube.


"Posso dizer, de peito aberto, que não tem nenhum problema com grupo rachado. Todo mundo respeita a opinião do técnico Cuca e quem ele acha que vai estar melhor para as partidas", disse o goleiro, que se surpreendeu com a história.

"Depois que se perde um clássico, acaba aparecendo algumas pautas. Essa pauta para mim é novidade. Temos um bom grupo de trabalho, temos um treinador muito qualificado, que sabe manter um bom ambiente de trabalho. Não é só aqui no Atlético, é o histórico do Cuca. Aqui a gente tem grandes jogadores, temos um grande grupo, não temos só 11 titulares. O Atlético está fazendo uma grande equipe para conquistar coisas grandes na temporada", completou.

A derrota para o Cruzeiro foi sentida pelos jogadores do Atlético. Everson entende que o time não entrou em campo com espírito de clássico. O goleiro espera que o grupo assimile bem o resultado negativo para não cometer os mesmos erros em jogos decisivos na temporada.

"Jogador nenhum gosta de perder, principalmente clássico. A gente fica magoado, fica triste, como o torcedor, chega emburrado em casa. Conversamos no vestiário, sabemos que ficamos um pouco aquém, não só no espírito, mas na qualidade também. Temos uma equipe muito qualificada. Temos que aprender com o que erramos neste jogo para não voltar a acontecer no decorrer do ano".


O Galo volta a campo no próximo domingo, contra o Boa Esporte, às 16h, no Mineirão. A tendência é de time alternativo no alvinegro, que estreia na Copa Libertadores na próxima quarta-feira.