Atlético

ATLÉTICO

Goiás cogita acionar Atlético na Fifa para seguir com 20% de Léo Sena

Clube esmeraldino não autorizou venda de sua porcentagem ao Spezia e dá prazo para alvinegro resolver situação com o clube italiano

postado em 11/06/2021 15:26

(Foto: Divulgação/Spezia)
 
 
O Goiás cogita acionar o Atlético na Fifa por causa da venda de Léo Sena ao Spezia, da Itália. O clube esmeraldino não autorizou a negociação de sua porcentagem sobre o atleta e quer a manutenção de 20% dos direitos econômicos. A informação foi publicada pelo portal Feras do Esporte e confirmada pelo Superesportes.
 
O Atlético tinha 80% dos direitos de Léo Sena. Na noite do dia 2 de junho, o clube detalhou a negociação do volante com o clube italiano. De acordo com a nota publicada, o alvinegro receberá 1,25 milhão de euros (cerca de R$ 8,1 milhões) pela negociação de 90% dos direitos econômicos do jogador. O Galo ainda permanece com 10% do atleta. 
 
O Goiás, no entanto, não quer o repasse de 20% dos valores da negociação. Em entrevista ao Superesportes, Paulo Rogério Pinheiro, presidente do clube esmeraldino, afirmou que o desejo do clube é recuperar na Fifa os seus direitos sobre Léo Sena.
 
“O Atlético negociou o Léo Sena sem comunicar nada ao Goiás. A gente não queria essa negociação, a gente queria a manutenção de nossos 20%. O contrato foi quebrado pelo Atlético e isso a gente não aceita. Já comunicamos ao Spezia, já contratamos um advogado e entraremos com ação na Fifa caso esse dano não seja reparado”, disse.
 
Paulo Rogério afirma que teve uma conversa com Sérgio Coelho, presidente do Atlético. De acordo com ele, o mandatário alvinegro pediu prazo até segunda-feira para resolver a situação sem a interferência da Fifa. 
 
“Eu conversei com o presidente Sérgio Coelho, uma conversa muito amistosa. Ele reconheceu a falha no jurídico do Atlético e pediu até segunda-feira para tentar resolver essa situação. Não queremos esse valor, queremos manter nossa porcentagem. O Goiás assume o risco caso o Léo Sena não seja vendido pelo Spezia”, completou.
 
A expectativa do Goiás é que o Spezia negocie Léo Sena nas próximas janelas de transferência por um valor superior ao recebido pelo Atlético. Por isso, o clube deseja recuperar sua porcentagem sobre o atleta.
 
“Conversei com pessoas que acompanham de perto e me disseram que o Léo Sena é o terceiro melhor volante do futebol italiano. Acredito que será vendido rapidamente pelo Spezia num negócio muito melhor do que o que foi feito pelo Atlético. Por isso a gente quer a manutenção dos nossos direitos”.
 
O Superesportes pediu um posicionamento ao Atlético, mas não obteve resposta até a publicação da matéria.

Tags: galo atlético interiormg futinternacional goiasgo mercadobola