Atlético

ATLÉTICO

Goiás notifica Atlético por venda de Léo Sena ao Spezia

Clube goiano alega que não autorizou o Galo a vender parte dos seus direitos econômicos

postado em 16/06/2021 12:51 / atualizado em 16/06/2021 13:18

(Foto: Divulgação)

O Goiás notificou o Atlético nessa terça-feira, solicitando ao clube mineiro que desfaça a venda de Léo Sena ao Spezia, da Itália. O clube goiano quer a manutenção de 20% dos direitos econômicos sobre o volante. A equipe europeia também foi notificada.

O Atlético tinha 80% dos direitos de Léo Sena. No dia 2 de junho, o clube explicou a negociação do volante com o clube italiano. O Alvinegro receberá 1,25 milhão de euros (cerca de R$ 8,1 milhões) pela venda de 90% dos direitos econômicos do jogador. 20% deste valor vai ser destinado ao Goiás. O Galo ainda permanece com 10% do atleta.

O Goiás alega que deveria participar das reuniões envolvendo a transferência de Léo Sena. De acordo com o clube, cláusulas contratuais mostram que era obrigação do Atlético incluir os diretores do time do Centro-Oeste em todas as tratativas.

Seguem as cláusulas do contrato:

"As partes ajustam que deverá o Atlético Mineiro cientificar inequivocamente o Goiás de qualquer proposta oficial para a cessão temporária ou definitiva do atleta Léo Sena, apresentando detalhes da proposta, tais como valores, prazos etc. Inclusive informando ao eventual clube interessado o percentual dos Direitos Econômicos pertencentes ao Goiás em conformidade com as normas da FIFA e CBF.

O Goiás terá direito de acesso a todos os documentos relativos à transferência, inclusive durante as negociações preliminares (propostas, correspondências etc.) e ainda terá direito a participar de todas as reuniões e contatos com o clube interessado em contratar o atleta
".

Notificação


Na notificação enviada ao Atlético e ao Spezia, o Goiás diz que apenas a sua diretoria teria a prerrogativa de aceitar ou não uma proposta pelos 20% dos direitos do volante Léo Sena e cita decisão no mesmo sentido da Fifa.

"Inclusive, em decisão no processo Sociedade Esportiva Palmeias x LDU Quito, de 30 de dezembro de 2019, a Corte Arbitral do Esporte da FIFA decidiu pela autonomia das partas, no sentido de considerar que um clube totalmente independente deve ser o único com direito a discutir e negociar a eventual transferência dos seus direitos econômicos sobre determinado atleta”, diz parte da notificação.

Caso o negócio envolvendo Léo Sena não seja desfeito, o Goiás vai ajuizar o caso na Fifa.


Atlético discorda do Goiás


O Atlético, em nota oficial divulgada no dia 11, afirma que tem a obrigação apenas de repassar aos goianos o valor correspondente da quantia total líquida a ser recebida.

“O Atlético tem a obrigação de pagar ao Goiás apenas o valor correspondente ao percentual de 20% da quantia total líquida a ser recebida junto à agremiação italiana”, diz parte da nota.  

"Em notificação endereçada ao Goiás, o Clube Atlético Mineiro pontuou expressamente que existem limitações legais e regulamentares às demais pretensões aviadas pelo dirigente do clube goiano, a teor dos regulamentos da FIFA", explicou o clube.

Nota do Atlético


Sobre o questionamento do presidente do Goiás Esporte Clube, em referência a suposto inadimplemento contratual correlato à transferência do atleta Léo Sena, ao Spezia Calcio, o departamento jurídico do Atlético esclarece que:
 
O Atlético tem a obrigação de pagar ao Goiás apenas o valor correspondente ao percentual de 20% da quantia total líquida a ser recebida junto à agremiação italiana.
 
Em notificação endereçada ao Goiás, o Clube Atlético Mineiro pontuou expressamente que existem limitações legais e regulamentares às demais pretensões aviadas pelo dirigente do clube goiano, a teor dos regulamentos da FIFA.
 
Sobre os documentos da FIFA que trazem o referido entendimento, seguem os links:

- Regulamento sobre o Estatuto e Transferências de Jogadores: https://resources.fifa.com/image/upload/regulations-on-the-status-and-transfer-of-players-january-2021.pdf?cloudid=g1ohngu7qdbxyo7kc38e

- Manual da FIFA sobre “TPO” e “TPI”: https://img.fifa.com/image/upload/ypkyca98svbpfxu1nawu.pdf

Tags: galo mercado goias spezia Léo Senna