Atlético: Eduardo Sasha testa positivo para COVID-19

Galo volta a viver surto da doença

23/06/2021 14:06 / atualizado em 23/06/2021 14:38
compartilhe
Atacante ficará pelo menos dez dias afastado dos treinamentos
foto: Pedro Souza/Atlético

Atacante ficará pelo menos dez dias afastado dos treinamentos


O Atlético confirmou nesta quarta-feira que o atacante Eduardo Sasha testou positivo para a COVID-19. Segundo o clube, o jogador de 29 anos já está em isolamento. Nos últimos dias, o Galo enfrenta um surto da doença.

Os infectados pelo vírus são o zagueiro Micael, os meias Dylan Borrero, Nathan e Nacho Fernández e o atacante Marrony, além de Sasha. Os seis se juntam ao defensor Igor Rabello, em isolamento desde o dia 15. Todos ficarão pelo menos dez dias afastados, a contar pela data do exame positivo.

Os atletas tomaram a segunda dose da Coronavac na última quinta-feira, 17, em Luque, no Paraguai. O imunizante foi oferecido pela Confederação Sul-Americana de Futebol. Já Rabello foi vacinado somente com uma dose, porque estava contaminado.

É importante ressaltar que a vacina não impede que uma pessoa contraia a doença, mas a protege de casos graves. De qualquer forma, o curto período desde o recebimento da segunda dose não foi suficiente para que o efeito do imunizante fosse o melhor possível nos atletas.

Primeiro surto


O Atlético enfrentou o primeiro surto de COVID-19 no ano passado, quando ainda era dirigido pelo técnico argentino Jorge Sampaoli. Em novembro de 2020, o Galo já somava 32 casos da doença.

Naquela ocasião, gerou grande descontentamento da diretoria uma festa realizada pelo então gerente de futebol do clube, Gabriel Andreata, com participação de quase todos os integrantes da antiga comissão técnica. O caso acabou não recebendo nenhuma punição, já que era impossível associar as infecções ao evento do dirigente carioca.
Compartilhe