Atlético
1

ATLÉTICO

Cuca homenageia Felipe Silveira, torcedor do Atlético vítima de câncer

'Se fosse meu jogador, seria o capitão', disse técnico em entrevista

postado em 29/07/2021 21:38 / atualizado em 29/07/2021 21:41

(Foto: Reprodução/Twitter)

O técnico Cuca lamentou a morte do torcedor Felipe Silveira, de Belo Horizonte, que comoveu o país ao relatar nas redes sociais a luta contra um câncer de intestino. O treinador prestou uma homenagem ao atleticano, em entrevista à Rádio Itatiaia, nesta quinta-feira. 

Felipe morreu no início da manhã desta quinta, aos 36 anos. Ele lutava contra a doença desde que ela foi diagnosticada, em 2018. O torcedor, com a camisa do Atlético, fez seguidas postagens no quarto do hospital em que estava internado, e comoveu o país ao descrever os momentos de angústia durante o tratamento. 

Cuca, que fez uma visita a Felipe no hospital, assim como o presidente do Atlético, Sérgio Coelho, destacou o espírito de luta do atleticano, que não se entregou mesmo com a doença em fase terminal. "Perdemos o nosso menino, o Felipe. A gente foi visitá-lo, sabíamos que algum dia ele iria, e acabou nos deixando", declarou o técnico em entrevista no programa Bastidores, da Rádio Itatiaia. Além do treinador, o torcedor recebeu apoio do diretor de futebol Rodrigo Caetano, o zagueiro Réver e o atacante Hulk, que foram vê-lo.

O comandante alvinegro considera que Felipe foi uma espécie de incentivo e inspiração ao grupo para encarar as adversidades. "Ficam muitos exemplos que esse guri deixou para nós, ele foi muito raçudo. Se fosse o meu jogador, seria o capitão. Eu falei isso a ele, agora falo para todos e para a família dele", comentou.

A família anunciou a morte de Felipe Silveira com nota de pesar no Twitter. "Bom dia amigos! Hoje às 5hs da manhã nosso guerreiro lutou sua última luta. Deus precisava de alguém como meu filho e o buscou. Meu orgulho, meu amor, honra ter vivido ao seu lado. Orgulho de ser seu pai".



O Atlético usou as redes sociais para lamentar a morte do torcedor. "O Galo se solidariza aos familiares e amigos do atleticano Felipe Silveira, que morreu hoje, em Belo Horizonte. Desde 2018, Felipe lutava contra um câncer no estômago. Recentemente, recebeu o carinho de jogadores e membros da diretoria e comissão técnica do Atlético. O exemplo de garra e superação do nosso querido Felipe seguirá ecoando na família atleticana", divulgou o clube. 



RELATOS

No dia 7 de junho, o termo "Força Felipe" se tornou o assunto mais comentado do Brasil no Twitter, depois de um relato, por meio do Twitter, que seu tratamento não foi bem-sucedido, apesar de todos os esforços dos médicos. Com o coração "em paz", como ele mesmo escreveu, Felipe Silveira lamentou ter, em breve, que se despedir dos pais, da irmã, da noiva, dos amigos, dos que tanto torceram pela sua recuperação e do Atlético.

"Hoje, a notícia não foi das melhores. Mas estou bem e com coração em paz. Reuniram alguns médicos comigo e meus pais. O que foi tentado até aqui não foi eficaz, tentaram de tudo, mas, infelizmente e com dor no coração, digo que possivelmente somente com milagre de Deus irei conhecer nossa casa, a ArenaMRV. Perspectiva de vida minha é de meses. Poucos meses. Meu corpo já está querendo descansar, apesar da cabeça estar boa", postou Felipe.

"Agradeço tudo que o Atlético fez por mim até hoje. Momentos para se levar por toda eternidade. (...) Estarei em casa. Ainda verei jogos do Galo para xingar, passar raiva, comemorar e sorrir. Por quanto tempo? Não sei, o tempo de Deus", completou Felipe, que se despediu nesta quinta-feira.

Nos dias seguintes, uma rede de solidariedade foi feita em torno do atleticano. Além de visitas de dirigentes e jogadores, Felipe ganhou homenagem da torcida. Integrantes da Galoucura e de movimentos ligados ao Atlético fizeram um mosaico no Mineirão para dar força a Felipe Silveira (veja na foto abaixo). Ele foi exibido para o todo o Brasil durante o duelo entre Atlético e Remo, pela Copa do Brasil.

(Foto: Reprodução/twitter)


Tags: galo torcedor cuca atleticomg interiormg câncer futnacional felipe silveira