Rival do Atlético, Juventude tem melhor campanha entre gaúchos na Série A

Times se enfrentam neste domingo, às 16h, no estádio Alfredo Jaconi; clube gaúcho pode ter até nove desfalques para o duelo

06/08/2021 09:32 / atualizado em 06/08/2021 10:03
compartilhe
Juventude está na 13ª colocação do Campeonato Brasileiro
foto: Fernando Alves/ECJuventude

Juventude está na 13ª colocação do Campeonato Brasileiro

Adversário do Atlético na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o Juventude tem a melhor campanha entre os gaúchos na Série A. Recém-promovido à elite do futebol nacional, o clube Jaconeiro está na 13ª colocação, com 16 pontos – quatro acima do Z4 – enquanto Inter e Grêmio ocupam, respectivamente, a 14ª e 19ª posição na tabela. 

Em 14 rodadas, a equipe teve quatro vitórias, quatro empates e cinco derrotas. Foram nove gols marcados e 14 sofridos. Na última partida, venceu o lanterna Chapecoense por 1 a 0.

Com o principal objetivo de fugir da zona de rebaixamento, a campanha está dentro do projetado, como explica o presidente do clube, Walter Dal Zotto.

"A pontuação está mais ou menos de acordo com o que vínhamos projetando. A gente sabe de uma pontuação e da quantidade mínima de vitórias que precisamos, mas não adianta fazer projeções agora. É jogo a jogo, conseguir o máximo de pontos possíveis para que o Juventude chegue ao final da competição seguro, pois sabemos que pressão cada vez aumenta mais", disse.

Desfalques


Juventude e Atlético se enfrentam neste domingo, às 16h, no Alfredo Jaconi. Para o duelo, o técnico Marquinhos Santos pode ter até nove desfalques. O volante Jadson e o meia Wagner testaram positivo para COVID-19. 

O volante Élton também é desfalque por lesão no joelho (pegou COVID-19, mas já se recuperou). O zagueiro Rafael Foster e os laterais Michel Macedo e William Matheus foram diagnosticados com a doença na semana passada, mas testaram negativo nessa quinta-feira. Eles vão passar por uma avaliação física, mas são dúvidas para o duelo. 

Por cláusulas contratuais, os jogadores emprestados pelo Galo também ficarão de fora. O zagueiro Vitor Mendes (que também está suspenso), o meio-campista Guilherme Castilho e o meia-atacante Bruninho não podem enfrentar o clube que detém seus direitos. Desses, só o último não é titular do time de Caxias do Sul. 

Modernização do estádio

Além da boa campanha na Série A, o torcedor do Juventude também comemora a modernização do Alfredo Jaconi. Com a captação de patrocínios, o clube realizou quatro fases de mudanças no processo de troca de gramado.

Inaugurado em 1975 e com capacidade para receber 23.726 torcedores, o estádio também passou por mudanças em outros locais. Novos refletores, cadeiras de arquibancadas, alterações nos locais administrativos e zona mista e ampliação da sala de imprensa são alguns exemplos.


Compartilhe