Atlético

ATLÉTICO

Cuca elogia e explica motivo de adiantar estreia de Diego Costa no Atlético

Centroavante de 32 anos estava desde dezembro sem jogar, treinou pouco mais de uma semana e saiu do banco para marcar contra o Red Bull Bragantino neste domingo

postado em 29/08/2021 23:28

(Foto: Reprodução/TV Galo)

Cuca surpreendeu a quase todos ao anunciar que anteciparia a estreia de Diego Costa pelo Atlético. O centroavante de 32 anos estava sem jogar desde dezembro e treinou pouco mais de uma semana antes de entrar em campo neste domingo. E deu certo: marcou um golaço no Nabi Abi Chedid para garantir o empate por 1 a 1 contra o Red Bull Bragantino, em partida válida pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro.



Na entrevista após a partida que fez o líder Atlético chegar aos 39 pontos, quatro a mais que o segundo colocado Palmeiras, o treinador justificou a opção por adiantar a estreia do espanhol. Segundo Cuca, ter a opção de utilizar Diego Costa no segundo tempo era importante pelas características do jogador e do adversário, que saiu na frente no placar.

"Se eu tivesse outro jogador no elenco com a característica dele, eu não teria trazido o Diego hoje. Ele é o ‘9’ definidor, a ‘parede’, o pivô, o cara que vai evoluir muito. Hoje, jogou porque é um guerreiro. Se é um cara vaidoso, me fala: ‘Não, professor, estou há oito meses parado e treinando só a sete dias, quero me preparar melhor, não fiz um coletivo’. Mas ele já tem um lastro dentro dele. Eu trouxe justamente por isso, pensei: ‘Vai que o jogo precise desse cara’. Se não precisar, não uso, eu adio (a estreia). Mas precisou", disse.

Diego Costa entrou na vaga de Eduardo Vargas aos 14 minutos do segundo tempo, quando o Red Bull Bragantino vencia por 1 a 0 (gol de Nathan Silva, contra). O centroavante pouco tocou na bola, mas, aos 41', recebeu cruzamento de Eduardo Sasha. Livre na área, bateu de primeira e marcou um golaço (assista no vídeo abaixo).



"A gente entendeu que só o Hulk naquela função, com eles bem fechadinhos e defendendo bem como defendem, não ia ser suficiente. Então a gente usou o Diego, o Hulk, o Keno e ainda o Sasha. Muitas vezes com eles pelo meio, com Arana e o Guga passando pelo lado no final para ter o predomínio, o cruzamento, a definição. Numa bola dessas, ele fez o gol. Valeu a pena ter trazido ele", completou Cuca.

Agora, Diego Costa terá mais tempo para se preparar adequadamente. O Atlético só volta a jogar em 14 dias. Em 12 de setembro (domingo), a partir das 16h, o time alvinegro visita o Fortaleza, no Castelão, pela 20ª rodada da Série A. Até lá, a ideia do Galo é que o atacante aperfeiçoe as partes técnica e física.

"É trabalhar a performance física, que é importante. Esse tipo de jogador tem um lastro físico. Você tem que aperfeiçoar, agora, a força - pois é um jogador de força -, os detalhes técnicos, a definição, o domínio, a explosão, o arranque. Isso tudo vai ser trabalhado", disse Cuca.


Tags: galo cuca atleticomg interiormg futnacional seriea