Atlético

ATLÉTICO

'Reservas de luxo' evidenciam força do elenco do Atlético; veja números

Suplentes são decisivos em empate e ganham elogios de Cuca

postado em 30/08/2021 12:07 / atualizado em 30/08/2021 13:27

(Foto: Pedro Souza/Atlético)
O gol do empate por 1 a 1 na partida contra o Bragantino, nesse domingo, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, evidenciou novamente a força do elenco do Atlético na temporada 2021. Aos 39 minutos do segundo tempo, Eduardo Sasha acertou belo cruzamento da direita e encontrou o estreante - e futuro titular -  Diego Costa, que mandou para as redes, de primeira. Determinantes para o resultado, os atacantes entraram no decorrer do jogo nas vagas de Eduardo Vargas e Mariano.  



O lateral-direito Guga, o meia Nathan e o atacante Keno também tiveram oportunidade de entrar na partida contra o Bragantino, nos lugares de Nacho, Zaracho e Savarino, O técnico Cuca destacou a participação dos suplentes. "Keno entrou bem, entrou melhor que nas outras vezes, o Nathan entrou bem, o Guga entrou bem, o Sasha entrou muito bem", elogiou o treinador, em entrevista coletiva após a partida. 

Dos reservas que entraram no jogo em Bragança Paulista, Sasha voltou a ser decisivo para o Atlético. Na rodada anterior do Campeonato Brasileiro, o atacante também entrou no segundo tempo e anotou o gol do empate por 1 a 1 contra o Fluminense, no Rio de Janeiro. O camisa 18 atuou em 32 partidas na temporada, apenas sete como titular, e anotou dois gols, além de três assistências.

Já Keno atuou pelo quinto jogo seguido após ausência de quase dois meses por causa de lesão muscular na coxa esquerda.  O ponta-esquerda marcou dois gols e contribuiu com uma assistência em 23 jogos. Na temporada 2020, o jogador de 31 anos, então titular incontestável com o técnico Jorge Sampaoli, foi o artilheiro do time (11 gols)  e líder em assistências (dez). 

Quem também foi titular na temporada e virou 'reserva de luxo' na foi Guga. O defensor de 23 anos perdeu a posição para o experiente Mariano. Em 2021, o lateral-direito entrou em campo 23 vezes, sete como titular, e marcou um gol. 



Com 26 jogos na temporada, Nathan teve a missão de entrar no decorrer do segundo tempo em 24 vezes. No entanto, o meia mantém a importância no elenco, apesar do protagonismo de concorrentes de posição como Nacho Fernández e Matías Zaracho. O camisa 26 tem três gols e uma assistência em 2021. 

Outros jogadores considerados reservas no elenco atleticano têm bons números na temporada. São os casos dos meio-campistas Dylan e Calebe e do meia-atacante Hyoran. Os jovens contribuíram, cada, com três assistências e um gol em 17 partidas. Já o jogador de 28 anos marcou três vezes e deu quatro passes decisivos em 28 jogos. 

Força do elenco


O Atlético investiu alto na formação do elenco para disputar o título de todas as competições da temporada. E o resultado é positivo até o momento. Além da liderança do Campeonato Brasileiro, com 39 pontos, o Galo é semifinalista da Copa Libertadores da América e está a um empate de avançar pelas quartas de final da Copa do Brasil. 

Tags: atlético interiormg seriea