Atlético

ATLÉTICO

Menin se mostra favorável à venda da outra parte do Diamond pelo Atlético

Empresário diz que shopping não é lucrativo e pode render bom negócio

postado em 14/09/2021 09:02 / atualizado em 13/09/2021 23:34

(Foto: Beto Novaes/EM/DAPress )

Conselheiro e um dos principais investidores do Atlético, o empresário Rubens Menin admite que a venda do restante do percentual do Diamond Mall poderia ser um bom negócio para o clube. O Galo ainda detém parte do shopping center, enquanto o grupo Multiplan adquiriu 50,1% por R$ 250 milhões (com juros o valor chegou a R$ 296,8 milhões). A verba foi utilizada para construção da Arena MRV, o estádio alvinegro, com previsão de término das obras para o fim de 2022.

Em entrevista ao programa Papo de Setoristas, Rubens Menin, um dos componentes do chamado 'grupo dos 4Rs', ao lado do filho Rafael Menin e dos empresários Renato Salvador e Ricardo Guimarães, todos integrantes do colegiado que auxilia na administração do Atlético, disse que a negociação poderia se transformar em bom negócio. Mas ele deixou claro que o conselho deliberativo é que terá a responsabilidade de definir o futuro financeiro do clube e uma eventual transação de patrimônio. 

"O Diamond deu muito dinheiro ao Atlético, mas agora não vai dar mais, achamos que não será mais tão valorizado. O conselho é que resolve, mas se um dia o conselho achar que é bom vender o Diamond para aumentar o patrimônio e fazer um bom negócio para o clube, eu acho importante", sinalizou Menin, recentemente eleito e empossado como conselheiro grande-benemérito do Galo. 

A possibilidade de venda do restante do percentual do Shopping Diamond Mall divide algumas principais lideranças do clube. Sérgio Sette Câmara, antigo presidente, e o ex-vice Lásaro Cândido da Cunha são favoráveis à negociação, até para quitar dividas, que ultrapassam R$ 1,2 bilhão. Já o atual mandatário, Sérgio Coelho, já declarou ser contrário à liquidação de patrimônio para executar os débitos. 

Rubens Menin, que cedeu o terreno para a construção da Arena MRV, por outro lado, vê uma eventual negociação interessante, mas com a ressalva de que o clube teria que investir em ampliação de patrimônio. Ele citou como exemplos os próximos empreendimentos do clube, como um prédio comercial no bairro de Lourdes, onde se localiza a sede e o próprio shopping center, além de um supermercado a ser erguido em estacionamento ao lado da Vila Olímpica, centro de lazer para associados que pertence ao Atlético, na Região Norte de BH.

"Temos que deixar uma coisa pronta. A gente tinha o Diamond, depois passamos a ter o CT (Cidade do Galo), vem um prédio em Lourdes e um supermercado. Depois teremos a Arena MRV e aí podemos nos desfazer de um patrimônio, mas que seja por um bom negócio", enfatizou Menin. 

Tags: galo ct projeto patrimônio conselho supermercado residencial multiplan financas atleticomg interiormg futnacional Cidade do Galo seriea arena mrv rubens menin diamond mall