Weverton sorri e diz que torcida pressionou Atlético: 'Mineirão se calou'

Goleiro do Palmeiras ressaltou a presença dos torcedores para empurrar um time, mas admitiu ter sido prazeroso perceber a reação de atleticanos com gol de Dudu

29/09/2021 15:47
compartilhe
Weverton durante o empate por 1 a 1 entre Atlético e Palmeiras
foto: Cesar Greco/Palmeiras

Weverton durante o empate por 1 a 1 entre Atlético e Palmeiras


O quanto a presença de torcedores no estádio pode influenciar o andamento de um jogo de futebol? O goleiro Weverton, do Palmeiras, frisou a importância do público para incentivar um time. Ele, porém, entende que a voz das arquibancadas também pode exercer pressão para a equipe mandante - o que, na opinião do palmeirense, ocorreu no empate por 1 a 1 nessa terça-feira, no Mineirão, resultado que eliminou o Atlético na semifinal da Copa Libertadores.

Atleticanos deixam Mineirão decepcionados após eliminação na Libertadores



No jogo de ida, os times empataram por 0 a 0 em São Paulo. O Allianz Parque não recebeu torcedores, pois ainda não há a liberação para a presença de público no estado. Em Belo Horizonte, é permitida a entrada da torcida nos estádios em meio à pandemia de COVID-19. Nessa terça-feira, 18.350 acompanharam a eliminação atleticana das arquibancadas.

"A gente sabia que era algo diferente, por estar tanto tempo longe da torcida. Mas aquilo ali poderia trazer mais pressão para eles. A gente sente muita falta do nosso torcedor, de entrar no Allianz Parque com a nossa torcida. É ruim para a gente ter tido essa semifinal sem o nosso torcedor, porque a gente sabe o quanto é bom esse ambiente. Mas ontem (terça-feira) era um ambiente de pressão para eles, e a gente pôde aproveitar", disse Weverton, em entrevista coletiva nesta quarta-feira.

O Atlético abriu o placar no jogo de volta da decisão. Aos seis minutos do segundo tempo, o atacante Eduardo Vargas testou para as redes e fez explodir as arquibancadas do Mineirão. Mesmo com o clima desfavorável, o Palmeiras conseguiu o empate. Dudu marcou e fez a festa dos atleticanos se transformar em silêncio rapidamente. E isso, indica Weverton, foi prazeroso para os visitantes.

"O estádio tinha bastante gente, mas uma coisa que a gente estava com saudade de ver é quando a gente faz um gol quando joga fora de casa o quanto o estádio se cala. E o quanto o Mineirão se calou naquele momento com aquele gol, porque sabia que a gente estava bem no jogo, estava num momento importante", prosseguiu o arqueiro, sorrindo discretamente.

Weverton ao falar da sensação que teve ao Palmeiras empatar o jogo com o Atlético no Mineirão
foto: Reprodução/TV Palmeiras

Weverton ao falar da sensação que teve ao Palmeiras empatar o jogo com o Atlético no Mineirão


"A gente sente muita falta, é óbvio, do nosso torcedor e sabe que está muito próximo de a gente ter o nosso torcedor de volta, ter a alegria do nosso torcedor neste momento importante da nossa jornada. Espero que em breve a gente possa se reencontrar e matar toda a saudade que a gente está deles e, tenho certeza, que eles da gente também", completou.

Compartilhe