Atlético aciona CBF e não deve ter jogos adiados no Campeonato Brasileiro

A princípio, três partidas do Galo seria postergadas em função da convocação do lateral-esquerdo Guilherme Arana para a Seleção Brasileira

29/09/2021 18:59
compartilhe
Jogo entre Atlético e Ceará pode não ser adiado pela CBF
foto: Pedro Souza/Atlético

Jogo entre Atlético e Ceará pode não ser adiado pela CBF


O Atlético acionou a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para demonstrar insatisfação com o possível adiamento de três jogos do time no Campeonato Brasileiro por conta da convocação do lateral-esquerdo Guilherme Arana para a Seleção. Ainda não é oficial, mas, neste momento, a tendência é que as partidas não sejam mais postergadas. A informação foi publicada pelo globoesporte.com  e confirmada pelo Superesportes.

Na última sexta-feira, o técnico Tite incluiu Arana na lista dos convocados para a próxima rodada tripla das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do Catar (2022). O Brasil vai enfrentar Venezuela, Colômbia e Uruguai nos dias 7, 10 e 14 de outubro, respectivamente.

Para evitar que clubes brasileiros fossem desfalcados em partidas da Série A, a CBF resolveu adiar os jogos de times com convocados por Tite - casos de Atlético (Arana), Palmeiras (do goleiro Weverton), Flamengo (do meia Everton Ribeiro e do atacante Gabriel) e Internacional (do meio-campista Edenílson).

Com isso, as partidas do Galo contra Chapecoense (no dia 6 de outubro), Ceará (9) e Santos (12, 13 ou 14), respectivamente pelas rodadas 24, 25 e 26, seriam remarcadas. Dirigentes do Atlético e o técnico Cuca não gostaram da alteração por alguns motivos.

O primeiro deles é a interrupção do calendário num momento em que o Atlético está em boa fase. O time alvinegro lidera o Brasileirão, com 46 pontos - oito a mais que o segundo colocado Palmeiras.

Há, ainda, a preocupação de que a competição não acabe na data prevista inicialmente (5 de dezembro), o que faria com que as férias dos jogadores e das comissões técnicas tivessem de ser alteradas.

Um eventual prejuízo psicológico aos atletas também foi mencionado pelo Galo. O clube entende que o elenco está submetido a um período de intenso desgaste emocional desde o início da temporada, com decisões seguidas de decisões. Portanto, paralisar a competição poderia interferir na concentração do grupo.

Treino do Atlético na Cidade do Galo para encarar o Internacional



Compartilhe