Atlético

ATLÉTICO

Atlético solicita ao STJD que Flamengo faça venda de ingressos de visitante

Após decisão favorável, Galo pede reconsideração e alega não ter tempo hábil para revender bilhetes devido a 'demora e desinteresse' rubro-negro

postado em 29/10/2021 20:16 / atualizado em 29/10/2021 21:09

(Foto: Pedro Souza/Atlético)
O Atlético entrou com novo pedido no Superior Tribunal de Justiça Desportiva sobre os 10% de ingressos de visitantes para o jogo contra o Flamengo, neste sábado, às 19h, no Maracanã , pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro Após decisão favorável do STJD para a liberação dos bilhetes , o Galo agora pleiteia que a venda online das entradas para os alvinegros seja de responsabilidade do adversário. O clube mineiro alega que não há tempo hábil para a adquirir e repassar a carga requerida devido à "demora e ao desinteresse" rubro-negro em responder à solicitação alvinegra. 

"Por entender que o pleito do Atlético era justo, o STJD concedeu liminar favorável ao Galo e determinou que o Flamengo disponibilizasse a carga de ingressos para a torcida visitante; No entanto, a operacionalidade da compra, pelo Atlético, da carga de 10% dos ingressos inicialmente solicitada, mostrou-se inviável, frente às exigências sanitárias para acesso do torcedor ao estádio e curtíssimo tempo até o jogo (decorrente da demora e do desinteresse do Flamengo em responder a solicitação do Galo)", diz um trecho da nota oficial divulgada pelo Atlético na noite desta sexta-feira (20/10).  

"Diante disso, o Atlético entrou, no STJD, com pedido de reconsideração da decisão proferida hoje, 29/10, solicitando que seja determinada ao Flamengo a disponibilização de ingressos para a torcida visitante, em sua plataforma de venda, sem que o Galo tenha por obrigação efetuar a compra da carga inicialmente requerida. Tal pedido se baseia na premissa de que o Atlético não pode, além do prejuízo desportivo, suportar, também, o ônus financeiro causado pela conduta imprópria do Flamengo", justificou o clube mineiro. 

Por fim, o Atlético chamou a atitude do Flamengo de "desrespeitosa e antidesportiva". Segundo o clube mineiro, o presidente flamenguista, Roldolfo Landim, ignorou as solicitações feitas pelo mandatário alvinegro, Sérgio Coelho. 

"O Atlético lamenta a atitude antidesportiva do adversário e a forma arrogante e desrespeitosa de conduzir o processo, tendo sido, inclusive, o seu presidente Rodolfo Landim procurado em três tentativas, desde a última quarta-feira (duas por telefone e uma por WhatsApp), pelo presidente do Atlético, Sérgio Coelho, que sequer resposta teve". concluiu. 

Decisão do STJD


O presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Otávio Noronha, determinou, nesta sexta-feira (29), que o Flamengo liberasse a carga de 10% dos ingressos para que a torcida do Atlético acompanhe o jogo no Maracanã. 

A ordem é para que a liberação da carga de ingressos seja imediata. Otávio Noronha determinou que os bilhetes sejam comercializados via internet e deu o prazo de duas horas, contados a partir da intimação, para a liberação dos ingressos - sob pena de suspensão dos responsáveis e multa de até R$ 100 mil, conforme violação prevista no artigo 223 do CBJD.

Cerca de 9  mil ingressos haviam sido vendidos até o fim da tarde desta sexta-feira. A partida tem clima de decisão, pois o Atlético lidera o Campeonato Brasileiro, com 59 pontos, 13 a mais que o Flamengo, terceiro colocado, com dois jogos a menos. 



Tags: interiormg flamengorj seriea