Atlético
1

COPA DO BRASIL

Veja o retrospecto do Atlético em finais decididas fora de casa

Em dezembro, Galo decidirá o título da Copa do Brasil contra o Athletico-PR jogando na Arena da Baixada

postado em 05/11/2021 04:00 / atualizado em 04/11/2021 23:07

(Foto: Divulgação/Atlético)


O Atlético enfrentará o Athletico-PR na decisão da Copa do Brasil. O sorteio dos mandos de campo definiu que a segunda partida da final ocorrerá na Arena da Baixada, em Curitiba, no dia 15 de dezembro. O jogo de ida será no dia 12, no Mineirão. 
 
 
Esta não é a primeira vez que o Galo decidirá um título longe de seus domínios. O Superesportes fez um levantamento e resgatou o desempenho alvinegro nesse cenário: até aqui, o time já disputou seis finalíssimas fora de casa, vencendo em duas oportunidades.

Veja o histórico completo do Atlético em finais nacionais e internacionais decididas como visitante.

Copa do Brasil 


Curiosamente, o Atlético nunca decidiu uma final de Copa do Brasil dentro de casa. Em 2014, quando enfrentou o Cruzeiro na decisão, a partida de volta teve mando celeste. Após vitória por 2 a 0 na ida, o Galo chegou ao segundo jogo, no Mineirão, precisando apenas administrar o resultado. Mesmo com a vantagem no agregado, o time venceu novamente, desta vez por 1 a 0, e conquistou o título pela primeira vez.

Em 2016, contra o Grêmio, a história teve um final diferente. Após derrota por 3 a 1 em Belo Horizonte, o Galo chegou ao segundo jogo precisando reverter o placar, mas não obteve sucesso. Na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, os times não saíram do 1 a 1 e o Atlético foi vice-campeão do torneio.  

Assim como em 2016, o Atlético mandará o jogo de ida das finais da Copa do Brasil de 2021 no Mineirão. Na decisão de 2014, o Galo optou por disputar a partida inicial no Independência. 

Campeonato Brasileiro


O Atlético decidiu a final do Brasileirão de 1980, contra o Flamengo, no Rio de Janeiro. No jogo de ida, no Mineirão, vitória alvinegra por 1 a 0. Na grande decisão, realizada no Maracanã, vitória rubro-negra por 3 a 2. 

Apesar do placar igualado nos jogos, o Flamengo foi campeão devido aos critérios de desempate. Pesou a favor dos cariocas a melhor campanha nas semifinais: eles venceram o Coritiba nos dois jogos, enquanto o Atlético, que enfrentou o Internacional na outra chave, venceu uma partida e empatou a outra.

Em 1999, outro vice-campeonato no Brasileirão. Diante do Corinthians, o Galo enfrentou uma confusa final de três jogos. Na ida, vitória atleticana no Mineirão por 3 a 2. No jogo de volta, no Morumbi, em São Paulo, vitória do Corinthians por 2 a 0. 

Mesmo com vantagem paulista no saldo de gols, devido aos critérios de desempate da época, que analisavam apenas vitória, empate ou derrota, os times então tiveram que disputar um terceiro jogo para decidir o campeão. O palco da grande decisão foi novamente o Morumbi. Lá, os times empataram por 0 a 0 e o Corinthians levou o troféu devido ao critério de desempate (saldo de gols). 
 
O título nacional de 1971 também veio após vitória fora de casa. Naquele ano, o Brasileirão foi decidido em um triangular final composto por Atlético, São Paulo e Botafogo. O Galo foi campeão vencendo os paulistas por 1 a 0 no Mineirão e os cariocas por 1 a 0 no Maracanã, no Rio de Janeiro.

Copa Conmebol


O Atlético conquistou seu primeiro título internacional após vencer o Olimpia na final da da Copa Conmebol de 1992. O jogo de ida, no Mineirão, terminou com vitória alvinegra por 2 a 0. No jogo de volta, no estádio Manuel Ferreira, em Montevidéu, nem a vitória dos paraguaios por 1 a 0 impediu o Galo de ser campeão continental. 

Em 1995, o Atlético chegou novamente às finais da Copa Conmebol, desta vez contra o Rosario Central. Neste ano, porém, o time alvinegro não obteve um resultado positivo e viveu diante dos argentinos um dos maiores vexames de sua história. No jogo de ida, no Mineirão, tudo parecia positivo para o Galo: vitória por 4 a 0 e larga vantagem na decisão. 

Os problemas alvinegros começaram apenas no segundo jogo, disputado no estádio Gigante de Arroyito, em Rosario. Lá, o que parecia impossível, aconteceu: vitória do Rosario por 4 a 0 no tempo regulamentar. Abalado pela remontada histórica do rival, o Atlético foi derrotado por 4 a 3 nos pênaltis e ficou com o vice-campeonato do torneio. 

O Galo chegou novamente à decisão da Conmebol em 1997, mas nesta oportunidade a decisão foi realizada no Mineirão, onde o time conseguiu o bicampeonato do torneio, após vencer o Lanús.
 
 

Tags: destaque copadobrasil atleticomg interiormg futnacional athleticopr