Atlético
1

ATLÉTICO

Empresários organizam festa do título do Atlético no domingo, na Savassi

Evento ainda depende de aprovação na Prefeitura de Belo Horizonte

postado em 30/11/2021 15:15

(Foto: Maria Tereza Correia/EM/D. A Press)

A Praça da Savassi , em Belo Horizonte, deve receber no domingo, a partir das 13h , uma festa de comemoração do bicampeonato brasileiro do Atlético . Dois empresários atleticanos planejam montar uma estrutura com quatro painéis de LED, área de alimentação, banheiros químicos, trio elétrico, DJ e seguranças. Se for aprovado pela Prefeitura de Belo Horizonte, o evento será aberto ao público, mediante apresentação de comprovantes de vacinação ou exames negativos da COVID-19.

Os torcedores poderão acompanhar nos telões o jogo entre Atlético e RB Bragantino, marcado para domingo, às 16h, no Mineirão. Caso o clube confirme o título nesta terça, com um tropeço do Flamengo diante do Ceará, ou na quinta, a partir das 18h, contra o Bahia, na Fonte Nova, em Salvador, a partida do fim de semana no Mineirão marcará a festa oficial do título, com a entrega da taça.

Intitulada como ' Eu Acreditei, o dia do Bi chegou !', a festa é organizada pelos empresários atleticanos Amadio Lessa e Júlio Toledo.

Segundo Lessa, o projeto do evento foi protocolado na Prefeitura de Belo Horizonte, na BHTrans e no Corpo de Bombeiros há mais de 20 dias. "Todos os projetos para um evento dessa magnitude nós já protocolamos. Tem que ter um engenheiro assinando uma planta baixa. Nós protocolamos na BHTrans, no Corpo de Bombeiros, na Prefeitura de BH, e tudo está tramitando há mais de 20 dias, dentro do prazo legal. Para ser indeferido, só se for algo político. Estamos dentro das regras. O único evento programado na cidade até o momento é esse da Savassi. É uma festa para o torcedor bicampeão que quer sair e precisa de um local seguro e organizado".

"Serão quatro entradas no cruzamento das Avenidas Cristóvão Colombo e Getúlio Vargas. Vamos fechar quatro quarteirões no formato de uma cruz. Naquele cruzamento terá um trio elétrico. Atrás dele haverá um backstage para autoridades, jogadores, artistas, celebridades, com um buffet. Serão quatro telões. O atleticano que não conseguir ir ao Mineirão poderá ir para esse evento na Savassi", acrescentou.



O empresário garantiu que, se aprovado, o evento respeitará os protocolos determinados pela PBH. "Haverá protocolo da COVID-19, todos terão que apresentar exames e comprovante de vacinação para entrar no evento. É um evento gratuito e com detector de metais. O torcedor poderá assistir ao jogo com o RB Bragantino, tomar uma cerveja gelada e comer comidas típicas. Durante todo o dia, a partir das 13h, haverá shows com DJ. Na hora do jogo, os quatro telões serão ligados. Ao fim do jogo, a festa continua".

Ainda de acordo com Amandio Lessa, a festa foi idealizada para homenagear a torcida do Atlético, que esperou 50 anos para comemorar mais um título do Brasileiro.

"A iniciativa partiu do meu coração, junto com Júlio Toledo. Cinquenta anos de espera, muita gente foi embora e não conseguiu assistir a esse bicampeonato do Atlético. Pensamos em organizar isso porque o torcedor aguarda isso há 50 anos. Milhares de famílias perderam entes queridos e a gente precisava organizar isso para atender a família atleticana, a Massa atleticana, com a máxima organização. A gente sabe que um evento dessa magnitude não é brincadeira. Casou com a nossa ideia. É uma festa para o torcedor que sonha há anos com esse título. Mais do que justo fazer essa festa com trio elétrico, artistas famosos, levar jogadores das antigas, levar Reinaldo, Dadá, Luizinho, Paulo Roberto. Vamos levar todo mundo. Isso tudo vai trazer uma nostalgia gostosa para o torcedor atleticano", concluiu.



Nesta terça-feira, o prefeito de BH, Alexandre Kalil, pediu bom senso aos torcedores nas comemorações. Ele revelou que o Atlético procurou a PBH no sentido de também realizar uma festa na Savassi tão logo o clube confirme o bicampeonato. "A prefeitura não impede nada. O Atlético foi na prefeitura, conversou com a gente. É preciso ter bom senso. Existem lugares mais apropriados, como a Esplanada do Mineirão, que é um local mais aberto. Mas vamos conversar, porque eles foram atrás da gente", conta.

Ainda de acordo com o prefeito de BH, qualquer festa precisa de poder público, por isso, 'não adianta' fazer nada 'apertado'.

"Mas se quiserem fazer um planejamento bacana, a prefeitura está de braços abertos, seja festa do Cruzeiro, do América ou do Galo. Mas, o Atlético, para mim, é sempre mais gostoso", acrescentou Kalil.

Tags: galo bh atlético comemoração brasileiro título campeão festa bi savassi lourdes interiormg buzinaço seriea bragantinosp sede atlético serieaa