Atlético
1

NEM A CHUVA AFASTOU

Torcedores do Atlético 'secam' Flamengo em bares da Savassi, em BH

Atleticanos ignoram chuva e vão a estabelecimentos de região boêmia da capital mineira para torcer pelo título antecipado em caso de revés flamenguista

postado em 30/11/2021 20:09 / atualizado em 30/11/2021 22:28

(Foto: EDESIO FERREIRA/EM/D.A. PRESS)
possibilidade do Atlético se firmar como bicampeão brasileiro  na noite desta terça-feira (30/11) levou torcedores alvinegros aos bares da Praça da Savassi, em Belo Horizonte. Os olhos estão vidrados nas televisões que transmitem o jogo do Flamengo contra Ceará, já que basta um empate para que os atleticanos possam festejar a vitória no Campeonato Brasileiro.
 


"A expectativa é alta para ver o título do bicampeonato", diz Paulo Henrique, de 28 anos. O funcionário público foi ao bar com os amigos determinados a "secar" o rubro-negro. 

São 50 anos desde o primeiro título do Brasileirão, como ressalta o colega de mesa, Gustavo Moreira, de 30: "O que algumas gerações não viram até hoje. Viemos por eles".

Nem  mesmo o gol do Flamengo aos 2 minutos de jogo  desanimou o trio que passou a temporada visitando o Mineirão. Eles apostam que o duelo entre cariocas e cearenses termine em 1 a 1 - suficiente para consagrar o Galo bicampeão.

"Hoje não tem hora pra acabar... faça chuva ou faça sol", afirma a analista administrativo Gabriela Oliveira, de 27, sobre a possível festa atleticana. "Mas, se não for hoje, vamos esperar um pouquinho e recarregar a bateria pra quinta-feira (2/12)", diz.
 
(Foto: EDESIO FERREIRA/EM/D.A. PRESS)
 
 

Espera do empate 


Faltando poucos minutos para o início do jogo, a estudante de direito Gabriela Monteiro, de 23, chegou animada com os amigos e estendeu a bandeira do Galo na mesa do bar. 

"Hoje eu vim pra torcer contra o Flamengo e comemorar depois", conta a jovem, que prefere ainda não usar faixa de "campeão" e está guardando o grito da vitória. "Estou esperando confirmar ser campeão pra não 'zicar'", afirma. 

A esperança era de 0 a 0, placar que foi frustradi nos primeiros minutos de jogo com a bola na rede do Gabigol.
 

Negócio do título


Enquanto alguns torcem, outros fazem dinheiro. É o caso do cruzeirense Josué Francisco Costa, de 54 anos, que por ironia do destino está ganhando o sustento a partir das vitórias consecutivas do rival.
 
(Foto: EDESIO FERREIRA/EM/D.A. PRESS)
 

"Estou parado no serviço de servente de obras e o que está dando dinheiro é isso. É meio ruim mas vai melhorar", diz o vendedor. Nesta noite, ele disse que carrega pelo menos 150 itens preto e branco para comercializar com os torcedores alvinegros. Tem faixa de bicampeão, bandeira do Galo e até capa de chuva.

A torcida dele, no entanto, é de que o título seja adiado, pois acredita que assim vai conseguir vender mais produtos. "Se o Flamengo ganhar hoje é melhor ainda pra gente porque dá pra ganhar dinheiro a semana toda", afirma, com expectativa de faturar cerca de R$ 300. 

Tags: torcedores Flamengo Atlético bares Galo Savassi