Cruzeiro

NOVO COMANDO

Cruzeiro anuncia acerto com técnico Paulo Bento, ex-Seleção Portuguesa, após longa reunião

Aos 46 anos, português Paulo Bento assumirá terceiro trabalho na carreira

postado em 11/05/2016 21:42 / atualizado em 11/05/2016 22:08

Divulgação/Cruzeiro
Acabou o mistério. Dezessete dias depois de anunciar a demissão de Deivid, o Cruzeiro oficializou seu substituto: o português Paulo Bento, de 46 anos, ex-técnico do Sporting e da Seleção Portuguesa. Ao longo dessas duas semanas e meia, uma verdadeira novela tomou conta dos bastidores da Toca da Raposa II, que ficou movimentada com prováveis nomes, negativas e pressão pela notícia do novo treinador.

O nome de Paulo Bento surgiu depois da negativa de técnicos brasileiros, casos de Jorginho, Marcelo Oliveira e Ricardo Gomes. O clube celeste negociava, paralelamente, com outros ‘gringos’. O colombiano Reinaldo Rueda, do Atlético Nacional-COL, manteve conversas com a diretoria celeste por meio do Skype depois de receber um dirigente em Medellín. O espanhol Fernando Jubero, técnico do Olímpia-PAR, e o argentino Marcelo Gallardo, do River Plate, também estiveram na pauta.

Assim como fizeram com Ricardo Gomes e Jorginho, quando embarcaram para o Rio de Janeiro, a diretoria do Cruzeiro viajou a Portugal com objetivo de apresentar o projeto do clube ao treinador. As negociações aconteciam desde o início da semana na capital Lisboa. Em Belo Horizonte, Paulo Bento assumirá seu terceiro trabalho em toda carreira como técnico. Antes, ele só dirigiu o Sporting de Lisboa, entre 2005 e 2009, e a Seleção Portuguesa, entre 2010 e 2014, inclusive na Copa do Mundo do Brasil.

Bento deixou o Sporting em novembro de 2009. Em setembro da temporada seguinte, assumiu a Seleção Portuguesa e a comandou na Eurocopa de 2012, chegando à semifinal. Apesar da boa campanha na competição de seleções do Velho Continente, o jovem treinador fracassou na Copa do Mundo de 2014. Os lusitanos caíram na primeira fase, com quatro pontos no Grupo G. Alemanha e Estados Unidos se classificaram na chave.

Paulo Bento tinha contrato com a Seleção até 2016, mas uma derrota para a Albânia, por 1 a 0, na cidade portuguesa de Aveiro, na primeira partida das eliminatórias da Eurocopa, em setembro de 2014, resultou em sua demissão. Desde então, não voltou ao mercado.

O português será o terceiro técnico estrangeiro a comandar o Cruzeiro. Os dois primeiros foram o uruguaio Ricardo Diéz, em 1953, e o argentino Filpo Nuñez, nos anos de 1955 e 1970.

Divulgação/Cruzeiro
Personalidade

O português tem estilo durão, disciplinador e vai até o fim com suas convicções. Por onde passa, exige profissionalismo absoluto de seus atletas. “As principais características dele são estas: a personalidade forte, o rigor e a intransigência. Não admite falhas comportamentais, faltas de respeito, individualismos. Para ele o grupo está acima de tudo. Não é, ele próprio, um treinador-estrela, que goste de dar nas vistas ou de se promover. É um trabalhador, sério e austero”, conta o jornalista Sérgio Pereira, do portal português Mais Futebol.

Esquema

Paulo Bento é adepto do esquema 4-4-2, embora tenha adotado o 4-3-3 em sua passagem pela Seleção Portuguesa. “Ele gosta de jogar com um meia e dois atacantes, um mais fixo na área e outro flutuando. Deivid (ex-técnico do Cruzeiro) foi seu jogador no Sporting e atuou nesse esquema, sendo o mais fixo e tendo Liedson ao seu lado, saindo mais”, conta o jornalista José Manuel Freitas, amigo de Paulo Bento e biógrafo do atacante Pauleta.

Ficha completa do novo técnico do Cruzeiro

Nome: Paulo Jorge Gomes Bento
Data de nascimento:
20 de junho de 1969
Local de nascimento: Lisboa, Portugal
Clubes: Sporting (2005 a 2009) e Seleção Portuguesa (2010 a 2014)
Títulos: Taça de Portugal (pelo Sporting, em 2006/2007); Supertaça Cândido de Oliveira (pelo Sporting, em 2006/2007 e 2007/2008)

Tags: cruzeiro técnico treinador português diretoria paulo bento ex-seleção portuguesa