Cruzeiro

CRUZEIRO

Cruzeiro diz que entregou documentação solicitada, mas lamenta operação às vésperas do clássico

Polícia Civil cumpriu mandado de busca e apreensão na sede do clube, nesta terça-feira

postado em 09/07/2019 09:26 / atualizado em 09/07/2019 17:27

<i>(Foto: Túlio Santos / EM DA PRESS)</i>

A diretoria do Cruzeiro se manifestou, por meio de nota, sobre a operação da Polícia Civil que cumpriu, nesta terça-feira, 16 mandados de busca e apreensão na sede administrativa do Barro Preto e nas casas do presidente do clube, Wagner Pires de Sá, do vice de futebol, Itair Machado, do diretor-geral, Sérgio Nonato, e do empresário Cristiano Richard dos Santos Machado, envolvido em negociações com a diretoria celeste,. A corporação também compareceu aos centros de treinamentos Tocas da Raposa I e II e ao galpão da Máfia Azul, torcida organizada ligada ao clube. Houve apreensão de documentos, computadores e celulares.


O clube informou que "entregou às autoridades toda a documentação solicitada para a investigação".



De acordo com a nota, o Cruzeiro "continuará à disposição das autoridades competentes para quaisquer tipos de outros esclarecimentos necessários".

A Raposa, contudo, lamentou que a operação "esteja acontecendo exatamente às vésperas de uma decisão importante na Copa do Brasil".

Cruzeiro e Atlético se enfrentam nesta quinta-feira, às 20h, no Mineirão, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. A partida de volta será realizada na quarta-feira, dia 17, às 19h15, no Independência.

Investigação

<i>(Foto: Humberto Martins / EM DA PRESS)</i>


Essa é a sequência da operação que investiga membros da diretoria do clube por falsificação de documentos, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro e acontece na antevéspera do clássico contra o Atlético, marcado para as 20h desta quinta-feira, no Mineirão, pela partida ida das quartas de final da Copa do Brasil.

De acordo com a assessoria da Polícia Civil, a corporação emitirá nota para esclarecer as diligências cumpridas nesta terça e concederá coletiva de imprensa ao final da investigação, ainda sem previsão de término. A operação é denominada de Primeiro Tempo e foi realizada pela Divisão Especializada de Investigação de Fraudes da Polícia Civil, com a participação de cerca de 100 policiais.

<i>(Foto: Humberto Martins / EM DA PRESS)</i>

Nota do Cruzeiro


A diretoria do Cruzeiro Esporte Clube vem a público manifestar seu apoio às apurações das denúncias feitas pelo programa Fantástico, da Rede Globo, no dia 26 de maio passado.

O Clube informa que entregou às autoridades toda a documentação solicitada para a investigação.

Lamentamos apenas que este fato esteja acontecendo exatamente às vésperas de uma decisão importante na Copa do Brasil.

O Cruzeiro Esporte Clube informa que continuará à disposição das autoridades competentes para quaisquer tipos de outros esclarecimentos necessários.

Belo Horizonte, 9 de julho de 2019.

<i>(Foto: Matheus Adler / EM DA PRESS)</i>

Tags: nota denúncia cruzeiroec apreensão busca investigação civil polícia