MMA

UFC

Treinador diz que Anderson Silva ainda tem 'lenha para queimar' no UFC

Preparador físico avalia que o Spider pode lutar por mais tempo

postado em 07/10/2020 20:01 / atualizado em 07/10/2020 20:11

(Foto: Reprodução/Instagram)

Anderson Silva disputará a última luta pelo Ultimate Fighting Championship no próximo dia 31, quando enfrentará Uriah Hall em Las Vegas. O Spider, ex-campeão peso médio, encerrará trajetória vitoriosa de 14 anos na organização, iniciada em 2006. Para um dos responsáveis pela preparação do veterano, porém, a aposentadoria poderia ser adiada. 

Preparador físico de Anderson e que já trabalhou com outros atletas de ponta do MMA, Rogério Camões elogiou o condicionamento físico do Spider e disse que ele poderia lutar por mais tempo, seja no UFC ou em outra organização. O profissional destacou o ritmo de treinamento do ex-campeão, de 45 anos, e garantiu que o veterano tem plena condição de prolongar a carreira.

“Não estou por dentro das negociações (se será ou não a última luta pelo UFC), mas, para mim, falando como treinador, Anderson ainda tem muita lenha para queimar. Acredite. Pelo que ele tem feito nos treinamentos, ainda tem lenha para queimar”, afirmou Rogério Camões, que até revelou o desejo de ver o Spider em revanche contra o atual campeão dos médios, Israel Adesanya.

“Eu acho que vi Anderson enfrentar todo mundo. Acho que, na divisão, a única luta que eu gostaria de ver de novo era ele e Israel Adesanya. Aquela luta foi fantástica. Três rounds espetaculares. Israel teve que lutar duramente. Foi uma das lutas mais técnicas que eu vi na história do MMA. Dois talentos. Uma revanche seria algo espetacular”, projetou o preparador físico, em entrevista ao site MMA Fighting.



Anderson e Adesanya se enfrentaram no UFC 234, em fevereiro de 2019, e o nigeriano venceu por decisão unânime dos juízes, em um duelo escolhido como 'luta da noite'. O Last Stylebender conquistou o cinturão contra Robert Whittaker e o manteve ao bater Yoel Romero e o mineiro Paulo Borrachinha. Para muitos, o africano tem chance de ser o sucessor do Spider na divisão até 84kg. 

Apesar da diferença de idade (Adesanya é 14 anos mais novo) edo momento na carreira dos dois lutadores, Rogério Camões disse que Anderson Silva poderia dar trabalho ao atual campeão e vê uma revanche como algo plenamente viável, caso haja o interesse da organização. 

Anderson Silva e Uriah Hall já tiveram luta marcada uma vez. Eles se enfrentariam no UFC 198, na Arena da Baixada, em Curitiba, em maio de 2016, mas o Spider foi retirado do card ao sofrer cirurgia de emergência no abdômen. O presidente da franquia, Dana White, anunciou que o confronto marcado para o próximo dia 31 será a despedida do brasileiro, que marcou época ao conquistar o título, em 2006, e o defender em dez ocasiões até perdê-lo para Chris Weidman, em 2013. 

Tags: Anderson Silva UFC Spider Uriah Hall Rogério Camões