América

AMÉRICA

Michel Bastos detalha razões de saída do América e aposentadoria precoce do futebol

Coelho foi último clube do jogador antes de pendurar as chuteiras

postado em 02/11/2019 15:24 / atualizado em 02/11/2019 16:02

<i>(Foto: Reprodução)</i>
Família em primeiro lugar e falta de motivação. Essas foram as razões que levaram o ex-lateral esquerdo e meia Michel Bastos a rescindir contrato com o América e se aposentar do futebol aos 36 anos. O Coelho foi o último clube de Michel, que chegou como um reforço importante, mas acabou fazendo apenas uma partida com a camisa alviverde.

“Dava (para continuar), mas às vezes, psicologicamente, você tem que... Já não tinha mais aquela gana de acordar cedo e treinar. Eu dediquei ao futebol cem por cento da minha vida e acho que já não estava mais rendendo aquilo que rendia, e estava me atrapalhando. Me distanciando mais da minha família. Agora no América, acabei indo sozinho para BH, porque as crianças estavam na escola. E você ficar longe dos seus filhos, ainda mais num momento da sua vida em que você quer estar mais perto deles. Então vi que era hora de parar, porque você tem que ter prioridades. E eu priorizo hoje minha família”, disse o ex-jogador em entrevista ao programa Resenha ESPN dessa sexta-feira.

Michel Bastos se diz satisfeito com o fato de ter tempo livre e encara com serenidade o fato de ter deixado os gramados com uma idade em que vários jogadores ainda permanecem na ativa.

“Parei na hora boa. acho que já era hora. Vinte anos fazendo isso. Agora é cuidar da família um pouquinho, passar um tempo com as crianças, com a esposa. A gente que jogou bola sabe como é que é. É difícil. Essa é a hora de aproveitar. Estou feliz”, declarou.

Como será o amanhã?

<i>(Foto: Daniel Hott / América)</i>
O ex-lateral e meia projetou um futuro no meio esportivo, mas descartou na parte administrativa.

“Joguei bola a vida inteira. não tem como mexer com outra coisa. É seguir no meio do futebol. Mas com paciência. Gestor, empresário. Treinador ou auxiliar acho que não vai acontecer não. 
Já tem um tempinho que estava programando parar. Já mexo com algumas coisas fora do futebol. A tendência é ocupar a cabeça, não ficar muito tempo dentro de casa, senão a patroa é capaz de fazer alguma coisa com a gente (risos)”, disse.

Michel teve duas passagens pelo América. A primeira foi em 2001, ainda pelas categorias de base. Na ocasião, o jogador disputou o Torneio de Terborg, na Holanda. A segunda, em 2019, durou de 28 de maio - data da apresentação - a 12 de setembro, data em que clube e jogador anunciaram a rescisão amigável de contrato. Seu único jogo nesta última passagem foi no dia 13 de julho, no Independência, pela nona rodada da Série B, quando o Coelho foi derrotado pelo Figueirense por 4 a 0

Além do América, Michel Bastos defendeu Pelotas, Figueirense, Grêmio, Athletico-PR, São Paulo, Palmeiras e Sport. No exterior, jogou pelo Feyenoord, Excelsior, Lyon, Schalke 04, Al-Ain e Roma. O ápice de sua carreira foi a convocação para a Seleção Brasileira que disputou a Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. 

Tags: Coelho serieb interiormg futnacional mercadobola esportesnatv