América

AMÉRICA

América tem elevado número de pendurados em reta final decisiva da Série B

Nove jogadores e o técnico Felipe Conceição têm dois cartões amarelos

postado em 13/11/2019 17:46 / atualizado em 13/11/2019 18:05

(Foto: João Zebral / América)
Com chance real de conseguir o acesso à elite nacional nas três rodadas finais da Série B, o América tem como preocupação o excesso de jogadores pendurados com dois cartões amarelos antes dos jogos decisivos contra Vitória, Guarani e São Bento. São nove atletas nessa condição, sem contar Neto Berola, que só volta a atuar em 2020. 

Os pendurados são o goleiro reserva Jori, recuperado de cirurgia no joelho direito; os laterais-direitos Leandro Silva e Diego Ferreira; os zagueiros Lucas Kal e Ricardo Silva; o lateral-esquerdo Sávio; o volante Zé Ricardo; e os atacantes Júnior Viçosa e França.

Curiosamente, o técnico Felipe Conceição também está pendurado e pode ter que se ausentar do banco de reservas se for advertido nas duas próximas rodadas.

De acordo com o comandante, os cartões amarelos têm sido tema de conversa com o elenco no dia a dia. “Tenho por hábito, sempre, nos treinos, chamar a atenção com relação à deslealdade com o adversário. O América é um time que marca forte, mas só.”

Nesta reta final de Série B, o América tem como missão vencer os três jogos e chegar a 64 pontos. Com essa soma, o clube teria 99,913% de chance de subir à Série A, de acordo com o Departamento de Matemática da UFMG.

No momento, o Coelho é o quinto colocado, com 55 pontos, e disputa o acesso principalmente com Coritiba, 3º, e Atlético-GO, 4º, ambos com 57 pontos. O Paraná Clube tem 54 pontos e corre por fora. O líder Bragantino, com 71, já garantiu sua classificação à Série A em 2020. Por sua vez, o Sport, segundo colocado, com 60, também está muito próximo de confirmar sua volta à elite nacional no próximo ano.

Tags: américa serieb americamg interiormg vitoriaba guaranisp saobentosp