América

AMÉRICA

'Mais uma vez, a arbitragem prejudica o América', dispara Salum após eliminação no Mineiro

Presidente do Coelho criticou Igor Junio Benevenuto, responsável pelo VAR

postado em 05/08/2020 23:50 / atualizado em 06/08/2020 01:25

(Foto: Mourão Panda/América)
O presidente do América, Marcus Salum, criticou a atuação da arbitragem após a eliminação do time na semifinal do Campeonato Mineiro, com derrota por 3 a 0 para o Atlético, nesta quarta-feira, no Independência. As reclamações foram direcionadas a Igor Junio Benevenuto, responsável pelo VAR.

“Mais uma vez, a arbitragem influencia e prejudica o América em uma decisão contra o Atlético-MG. Depois dos erros de 2018, Igor Benevenuto no VAR. Repito a pergunta que fiz em 2018: vale a pena disputar um campeonato assim?”, escreveu o dirigente no Twitter.

Posteriormente, em declaração à Rádio ItatiaiaSalum subiu o tom, acusou a Federação Mineira de Futebol de favorecimento ao Atlético e manifestou a vontade de, futuramente, colocar um time sub-23 para participar da competição.

“Eu não aguento mais isso. Já enfrentei a Federação, já briguei, já trouxe juiz de fora, já protestei com a camisa vermelha, enfrentei todo mundo, enfrentei Giuliano Bozzano na Federação, não tem jeito. A preocupação de a Federação agradar ao Atlético é grande demais. Enfrentamos um time com investimento igual do Atlético, três partidas jogando de igual para igual, empatamos a primeira, perdemos a segunda no Mineirão em um jogo duríssimo, e hoje o jogo à nossa feição ele deixa de expulsar o jogador em um lance que não tem interpretação. Não tem interpretação, aquilo é expulsão”, afirmou.

“Pega o Sandro Meira Ricci (ex-árbitro, hoje comentarista do SporTV), que já falou na televisão. E ele eu respeito. Depois teve um pênalti claro, que se fosse na nossa área era pênalti e cartão. Aí vai para o segundo tempo, acharam um gol, ganharam de 3 a 0 e acham que foi normal. Não foi, não foi. A vontade que eu tenho é de jogar o Campeonato Mineiro com sub-23. Não vale a pena. Não dou conta de lidar com isso, chega, cansei. Minha preocupação é com Campeonato Mineiro e Copa do Brasil”, complementou.

O principal questionamento se deve à interpretação da arbitragem no lance envolvendo Ademir, do Coelho, e Junior Alonso, do Atlético. Logo a 1min do primeiro tempo, o camisa 10 americano recebeu passe nas costas da defesa rival, partiu em velocidade em direção à meta de Rafael e foi puxado pelo zagueiro paraguaio.

À beira de campo, o técnico Lisca pediu a expulsão de Alonso por entender que se tratava de uma chance clara de gol interrompida, porém o árbitro Felipe Fernandes de Lima mostrou somente o cartão amarelo.

Em outro lance, aos 46min da etapa inicial, o América queria pênalti por um suposto toque de Réver com o braço na bola, mas Igor Benevenuto, ao verificar as imagens no VAR, não enxergou nenhuma irregularidade.

Em 2018, Benevenuto apitou o clássico entre Atlético e América, na fase classificatória do estadual. Naquela partida, ele ficou marcado por validar um gol alvinegro, do atacante Róger Guedes, sem que a bola cruzasse a linha de meta, e anular um tento americano, do meia Marquinhos, no qual o zagueiro Gabriel tirou a redonda de dentro do gol.

Depois de um primeiro tempo equilibrado, o América caiu de produção na etapa final e viu o Atlético fazer 3 a 0 com gols de Réver, Marrony e Savarino. Classificado, o Galo enfrentará o Tombense na decisão, nos dias 26 (quarta) e 30 (domingo). Por ter liderado a primeira fase, o time do interior joga por dois empates ou vitória e derrota pela mesma diferença de gols para ser campeão.

Agora, o Coelho se prepara para estrear na Série B do Campeonato Brasileiro, contra a Ponte Preta, às 21h deste sábado, no Canindé, em São Paulo. O time de Lisca ainda terá pela frente o segundo confronto da terceira fase da Copa do Brasil, diante da Ferroviária, em 26 de agosto (quarta-feira), no Horto. No primeiro embate, na Fonte Luminosa, em Araraquara, houve empate por 0 a 0, no dia 11 de março.




Tags: arbitragem crítica América Atlético dispara serieb interiormg futnacional Salum