América

AMÉRICA

Lisca detona arbitragem após vice do América: 'Mais uma vez prejudicados'

Técnico desabafou depois de perder título da Série B para a Chapecoense

postado em 30/01/2021 00:46 / atualizado em 30/01/2021 09:35

(Foto: Alexandre Guzanshe/EM D.A Press)
A vitória por 2 a 1 do América sobre o Avaí, no Independência, não foi suficiente para garantir o título da Série B. Isso porque a Chapecoense bateu o Confiança por 3 a 1, em Chapecó, e ficou com a taça pela vantagem no saldo de gols: 21 a 20. Em pronunciamento depois da partida, o técnico Lisca enalteceu a atuação da equipe e disparou contra a arbitragem. Getúlio, autor do gol de honra do Leão, estava impedido no momento em que recebeu o cruzamento de Iury.


“Jogamos um bom jogo hoje, bem diferente das últimas partidas. Acesos, entregues, buscando o gol o tempo inteiro. Merecemos a vitória. Mais uma vez, fomos prejudicados pela arbitragem. Parabéns, seu Flávio Rodrigues (árbitro), seu Evandro de Melo Lima (assistente número 2), que era o bandeira hoje. Com toda calma, não vou gritar, não vou fazer escândalo nenhum, mas o gol do Getúlio estava impedido. Acabei de ver ali”.

A bronca de Lisca não se resumiu a América x Avaí. O técnico também criticou Anderson Daronco, árbitro de Chapecoense x Confiança, pelo pênalti assinalado nos acréscimos na etapa final. No lance, o volante Madison derrubou o atacante Bruno Silva. 

“Seu Anderson Daronco, meu amigo, meu conterrâneo. Eu vi o pênalti que o senhor apitou agora, aos 52 minutos, para a Chapecoense. Que vergonha. O senhor tem que ter vergonha do que o senhor está fazendo na carreira. Que pena que você fez isso”.


Lisca ainda relembrou um lance prejudicial ao Coelho no confronto direto com a Chape, pela 30ª rodada, no Independência, em 20 de dezembro. O atacante Ademir teve um gol mal anulado aos 49min do segundo tempo por Anderson José de Moraes Coelho, assistente número 1 da árbitra Edina Alves Batista. O empate por 2 a 2 impediu o time mineiro de se isolar no topo da classificação.

“E vamos cumprimentar também a dona Edina, e o senhor Anderson José. A árbitra e o bandeirinha do jogo nosso contra a Chapecoense. Eu gostaria que todos os sites e canais de comunicação botassem o gol que foi anulado nosso aqui, aos 49 do segundo tempo. O Ademir estava atrás da linha da bola e atrás de um jogador ainda. Então, foram mais de oito erros. Hoje, erro aqui, erro lá, decisivo para a Chapecoense”

Sobrou até para Leonardo Gaciba, presidente da Comissão de Arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol. “Seu Gaciba, abandona, velho! Tu não tem condição nenhuma de dirigir nada. Teu quadro de árbitros foi uma vergonha”, disse Lisca.

“Vocês decidiram o campeonato da Série B para um time. Erros em cima de erros, e mais erros. Botaram, pediram desculpa, botaram nota na CONAF. E agora, meus amigos? E agora, seu Dewson, que fez aquela palhaçada aqui contra o Cruzeiro? E agora, gente? Quem vai pagar essa conta?”, complementou.


Com receio de sofrer alguma punição, Lisca respirou fundo para conter algumas palavras no desabafo, porém reiterou o quão os árbitros prejudicaram o América na Série B.

“Parabenizar a Chapecoense: o título tinha que ser seu. Vocês merecem, vocês não têm nada a ver com isso, mas o América foi… eu não vou usar a palavra mais forte nesse campeonato, porque depois tem o julgamento. Aí, meu depoimento não vale, o que vale é a súmula”.

“Vocês não respeitam o que o treinador fala também. É lamentável. Lamentável o que a gente viu durante todo esse campeonato. Um campeonato de pontos corridos, de 38 rodadas, decidido pela arbitragem. O tempo inteiro foi assim, contra o América. Hoje, uma vergonha. Mais uma vez”.

A campanha do América na segunda divisão de 2020 foi de 73 pontos - 20 vitórias, 13 empates e 5 derrotas -, mesmo desempenho do grupo campeão em 2017. Agora, o time descansa durante alguns dias visando à temporada 2021, que começará em 28 de fevereiro (domingo), às 16h, contra o Boa, no Horto, pela primeira rodada do Mineiro.

Tags: técnico América análise interiormg futnacional Lisca