América

AMÉRICA

Seleção Brasileira da Placar: América tem representante em 'terceiro time'

Placar ouviu 170 profissionais do jornalismo para montar time ideal e duas equipes reservas; um nome com passagem pelo Coelho foi eleito

postado em 18/02/2021 18:45 / atualizado em 18/02/2021 19:17

(Foto: Reprodução/Revista Placar)

Em edição histórica, a Revista Placar ouviu 170 repórteres, narradores e comentaristas de todo o país para eleger a Seleção Brasileira de todos os tempos. O periódico também apresenta um 'banco de luxo' e um terceiro time, de acordo com os jogadores mais votados em cada posição. Um dos escolhidos da terceira equipe teve passagem pelo América.

Conforme votação, a Seleção Brasileira de todos os tempos foi escalada com: Taffarel (85 votos); Carlos Alberto (104), Aldair (88), Bellini (72) e Nilton Santos (99); Falcão (80), Didi (84) e Pelé (165); Garrincha (132), Ronaldo (130) e Romário (97). Com 94 votos, Zagallo foi escolhido como técnico.
 
O 'banco de luxo' é composto por: Gylmar (65 votos); Cafu (29), Mauro (53), Domingos da Guia (31) e Roberto Carlos (53); Gérson (59), Zico (74) e Rivaldo (17); Ronaldinho Gaúcho (29), Sócrates (19) e Rivellino (56). Com 54 votos, Telê Santana foi o segundo treinador mais lembrado nas escolhas do júri.
 
Por fim, o terceiro time da Seleção Brasileira de todos os tempos foi escalado com: Dida (7 votos); Djalma Santos (23), Oscar (20), Luís Pereira (24) e Junior (19); Clodoaldo (11), Dunga (7) e Zito (15); Zizinho (7), Tostão (13) e Leônidas da Silva (6). Com oito votos, Carlos Alberto Parreira é o técnico.
 
(Foto: Ronaldo Moraes/O Cruzeiro/Arquivo Estado de Minas)

Antes de se tornar ídolo histórico do Cruzeiro, o atacante Tostão teve passagem pelo América. O ex-jogador, campeão mundial em 1970, realizou sua formação no futsal do Coelho. De família americana, Tostão também frequentava o antigo Estádio da Alameda para assistir aos jogos do clube.
 
Diante de dificuldades financeiras vividas pelo time mineiro, o departamento de juniores foi encerrado em 1964. Com passe livre, Tostão foi 'seduzido' pelo rival celeste. Pelo Cruzeiro, viu sua carreira decolar e conquistou oito títulos.
A galeria não aparece para você? Clique aqui! 

Tags: tostao placar americamg interiormg futnacional seriea selecaobrasileira