América

AMÉRICA

Ricardo Silva analisa concorrência pesada na defesa do América em 2021

Defensor disputa vaga com Messias, Anderson, Eduardo Bauermann, Joseph, Sabino e Arthur

postado em 05/03/2021 15:00 / atualizado em 05/03/2021 16:47

(Foto: Tereza Rebello Horta / América)
De volta ao América este ano, após jogar a Série B 2020 pelo Operário-PR, o zagueiro Ricardo Silva analisou a concorrência que ele encara na defesa nesta temporada. O técnico Lisca conta sete jogadores para o setor: Messias, Anderson, Eduardo Bauermann, Joseph, Sabino, Arthur e Ricardo Silva.   

“Isso (concorrência) é muito bom para o América e só mostra a força do elenco que estamos formando para a longa temporada. Isso prova que o América está bem servido. Quem entrar (na equipe) vai entrar bem e vai representar esse clube, que é o mais importante. Agora é continuar trabalhando para crescer, não só individualmente, mas coletivamente”, disse Ricardo Silva à TV Coelho.
 
Ricardo Silva fez sua reestreia pelo América na vitória por 1 a 0 sobre Boa Esporte, em 27 de fevereiro, no estádio Independência, em partida válida primeira rodada do Campeonato Mineiro. Ele formou dupla de zaga com Eduardo Bauermann, outro defensor considerado reserva. 

Já nessa quarta-feira (3), no triunfo por 1 a 0 diante do Athletic, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, em Juiz de Fora, o zagueiro assistiu, do banco de reservas, os companheiros Messias e Anderson atuarem. 
 
O setor defensivo é um dos pontos mais fortes do América. Na Série B do Campeonato Brasileiro do ano passado, a equipe sofreu apenas 23 gols e terminou o torneio com a segunda melhor defesa – atrás apenas da Chapecoense (21). No Mineiro desta temporada a equipe ainda não sofreu gol. 
 
 

Terceira passagem


O América anunciou o retorno do zagueiro Ricardo Silva, de 28 anos, no dia 10 de fevereiro. O defensor teve passagem pelo clube nos anos de 2018 e 2019. Ao todo, incluindo 2020, são 31 partidas com a camisa do América. 

Ricardo Silva iniciou sua primeira passagem pelo América em abril de 2018. Emprestado pelo Ituano, o zagueiro integrou o elenco que disputou a Série A naquela temporada. Em 2019, retornou ao clube paulista para a disputa do estadual, mas, diante de novo convite da diretoria americana, reintegrou o grupo mineiro para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro.

Naquela oportunidade, Ricardo foi uma das peças fundamentais para a arrancada do América - que levou o clube da lanterna da Segunda Divisão ao 5° lugar. O zagueiro marcou cinco gols em 29 jogos na campanha.

Tags: mineiro americamg interiormg futnacional seriea