Atlético

ATLÉTICO

Dryworld diz que desfile com garotas de biquíni partiu do Atlético e admite falha em instruções de lavagem machistas estampadas em camisas

Empresa canadense admitiu que houve uma 'infelicidade' de alguns funcionários da fábrica ao estampar em camisas promocionais do Atlético, distribuídas na festa de lançamento, instruções de lavagem com a frase 'entregue para a sua mulher'

postado em 16/02/2016 17:03 / atualizado em 16/02/2016 18:49



Reprodução internet
A empresa canadense Dryworld mal chegou ao Brasil e já recebe duras críticas de movimentos feministas por conta dos trajes curtos utilizados pelas modelos no lançamento do uniforme do Atlético, na última segunda-feira, e também por instruções de lavagem de camisas promocionais com tom machista. Peças distribuídas na festa atleticana estampam a polêmica frase "GIVE IT TO YOUR WIFE" (entregue para a sua mulher).

O diretor comercial da Dryworld no Brasil, Valquírio Cabral, foi procurado pelo Superesportes e esclareceu que o desfile e a organização da festa de lançamento da coleção foram de responsabilidade do Atlético. Segundo ele, a exposição das garotas com trajes curtos não foi uma estratégia da empresa.

”Estamos vendo a repercussão do desfile nas redes sociais e fomos pegos de surpresa, essa é a verdade. Vimos no Twitter, no Facebook, mas independentemente de pedir desculpas, gostaríamos de esclarecer que quem fez o desfile foi o Atlético, isso foi organizado pelo Atlético, e soubemos na hora. Não foi algo planejado por nós. Em desfiles de camisas isso é até comum, mas quem foi responsável pelo desfile foi o Atlético, não a Dryworld. Não houve uma estratégia da marca, uma imposição para o uso das garotas com biquíni. Até porque nós não temos experiência em desfiles, só tínhamos lançado os uniformes do Goiás antes. De qualquer forma, não foi nossa intenção atacar as mulheres, aquilo era um show, um desfile de moda. A Dryworld não é machista”, alegou Valquírio Cabral.

O diretor comercial da empresa ainda lembrou que, em desfiles de moda e de carnaval, há muitos homens e mulheres com roupas curtas e até despidos, e não se gera tanta polêmica.

Segundo a assessoria de imprensa do Atlético, o clube respeita todas as manifestações contrárias ao desfile, mas não concorda que houve "sexismo" ou "machismo". O Atlético confirmou que organizou o evento e o considerou um sucesso, principalmente pela presença de sua principal contratação para a temporada: o atacante Robinho.

Instruções de lavagem machistas

A empresa canadense admitiu que houve uma “infelicidade” de alguns funcionários da fábrica ao estampar em camisas promocionais do Atlético, distribuídas na festa de segunda-feira, instruções de lavagem com a frase “GIVE IT TO YOUR WIFE" (entregue para a sua mulher). Essa nova polêmica aumentou a rejeição da marca entre o público feminino nas redes sociais.

Segundo Valquírio Cabral, a empresa já identificou os funcionários que, “por conta própria”, teriam feito as estampas. Todo o material foi confeccionado na fábrica paranaense da Rocamp, empresa recentemente adquirida pela Dryworld.

”Algumas marcas norte-americanas utilizam essa estampa de lavagem, mais em tom de brincadeira, e nossos funcionários da fábrica do Paraná acharam curioso e decidiram usar nas camisas promocionais do Atlético que foram distribuídas na festa. Não eram todas as peças que traziam a mensagem, apenas algumas. A Dryworld repudia isso totalmente, repudia esse tipo de postura machista, tanto que a marca é extremamente voltada para a família. Nossos slogans são “sonhe, desafie”, não têm qualquer conotação machista, discriminação à mulher. Temos coleções inteiras para mulheres. Realmente se tratou de uma brincadeira de alguns funcionários da produção, uma gozação, não era para sair da fábrica. Só que isso foi por engano para o lançamento. Pedimos desculpas”, concluiu Valquírio Cabral, diretor comercial da Dryworld no Brasil.

Ainda nesta terça-feira, a empresa canadense ficou de emitir uma nota oficial para falar sobre o desfile e para esclarecer o uso das polêmicas instruções de lavagem.

No final da tarde desta terça-feira, a empresa divulgou nota oficial assinada pelo presidente Cláudio Escobar. Leia na íntegra:

A DRYWORLD Industries pede sinceras desculpas pela etiqueta das camisas promocionais distribuídas no evento de lançamento da coleção 2016 do Atlético. Tal etiqueta foi criada apenas como uma peça publicitária para uma campanha não aprovada pela empresa. Assumimos toda responsabilidade no erro de produção das camisas promocionais distribuídas com esta etiqueta e garantimos que todas as precauções foram tomadas para evitar que este tipo erro aconteça novamente.

Sinceras desculpas,
Claudio Escobar
President, DRYWORLD Industries


Tags: dryworld atleticomg uniformes garotas biquíni instruções lavagem machista