Atlético

ATLÉTICO

Kalil sobre desfile: "Com tanta roubalheira, implicar com bunda de fora parece sacanagem"

Ex-presidente do Galo tratou de minimizar o machismo no Brasil

postado em 17/02/2016 16:00 / atualizado em 17/02/2016 17:10

O ex-presidente do Atlético Alexandre Kalil entrou na polêmica sobre a festa de apresentação do uniforme do Galo, na última segunda-feira. Muitos avaliaram o desfile como "sexista" e "machista ao extremo", como as torcidas Galo Marx e a Camikaze, por causa da representação da figura feminina. O traje curto utilizado pelas modelos durante lançamento do uniforme do Galo foi a principal reclamação.

Kalil tratou de minimizar o episódio e disse que o país tem outros problemas mais graves que o machismo. “Num país com tanta roubalheira, implicar com bunda de fora parece sacanagem. Esse assunto já deu. Virei até meme”.

Ele publicou uma foto (meme) com os seguintes dizeres: “Se não parar o mimimi. Ano que vem o lançamento da camisa vai ser na New Sagitarius”, publicou, em referência a uma boate de Belo Horizonte.

Protesto

Depois do desfile, vários atleticanos protestaram nas redes sociais. A Galo Marx, facção com diretrizes socialistas, demonstrou seu total repúdio ao papel relegado às mulheres durante o desfile. “A representação da torcida feminina atleticana ficou limitada a modelos desfilando de lingerie e biquíni, enroladas em bandeiras ou, no máximo, vestidas com minúsculos shorts e camisas que sequer encontramos em tamanhos e modelos diversos, tal o descaso do clube com a parte feminina da torcida. As modelos femininas estavam presentes, aparentemente, apenas para o prazer masculino”.

As torcedoras do Blog Camikaze também não pouparam críticas ao evento e lamentaram “profundamente a forma como as modelos, mulheres como nós, e crianças, foram desnecessariamente expostas em uma ação que teve caráter sexual, ainda que com o triste consentimento das mesmas”.

Tags: desfile roubalheira bunda sacanagem kalil