Atlético

ATLÉTICO

Levir elogia Elias, mas cobra cumprimento do contrato com Atlético: 'Tem um compromisso que deve ser respeitado'

Elias tem vínculo com o Galo até 2020, mas tem proposta do Internacional

postado em 25/01/2019 12:53 / atualizado em 25/01/2019 13:07

Bruno Cantini/Atlético
Nem mesmo o técnico Levir Culpi parece saber ao certo qual será o futuro de Elias – se permanece no Atlético ou irá se transferir para o Internacional. Mesmo diante da afirmação do presidente atleticano Sérgio Sette Câmara, de que o meio-campista ficaria na Cidade do Galo até o término do seu contrato (em janeiro de 2020), as recentes declarações do pai e empresário do atleta, Eliseu Trindade, sobre a vontade de Elias jogar no Colorado, colocaram uma dúvida na cabeça do torcedor e, também do treinador alvinegro.

Levir fez vários elogios ao camisa 7 do Galo e ressaltou a importância do cumprimento integral do contrato.

“Então, em primeiro lugar, tem um compromisso que deve ser respeitado. Agora, isso eu nem cobro do Elias, porque ele é um jogador exemplar. Ele chega, faz o melhor, está sempre fazendo o melhor. É um cara bacana, muito legal de lidar com ele. E eu estou feliz com ele aqui no Atlético. Só que, não sei o que vai ocorrer paralelamente e fico na expectativa. Mas eu conto com o atleta e acho que ele é um cara de qualidade como pessoa também. É um cara que soma muito pra gente”, disse o treinador em entrevista coletiva na manhã desta sexta, no centro de treinamento.

O técnico atleticano criticou a postura dos empresários de futebol, dizendo que esses profissionais se beneficiam financeiramente com as transferências de jogadores, sem se preocupar com as obrigações assumidas com os clubes.

Levir disse, ainda, que, como treinador, pouco pode fazer para evitar que seus comandados deixem o clube.

Bruno Cantini/Atlético
“Pouca coisa. Acontece que nós temos que ver os dois lados. Não há um lado só, nesse aspecto. Eu, por exemplo, ter um contrato com o Cruzeiro (Levir se confundiu, querendo dizer Atlético) e não estou satisfeito. Quero sair do Atlético, quero ir embora. Mas está aí o contrato. Quer dizer, você tem um compromisso. Você assinou. A gente sabe as responsabilidades que existem. Aí vai para o Corinthians, para o Flamengo. Chega no Flamengo, tem uma proposta do Grêmio e vai querer sair de lá da mesma forma. Existe um compromisso para ser seguido. E existem também muitas artimanhas fora do futebol que envolvem um atleta. Tem o empresário. O que um empresário pensa? Se coloca no lugar do empresário. Ele quer fazer negócio. Pra ele, tirar o jogador de um time e colocar em outro é a melhor coisa do mundo. Se ele puder fazer isso quatro vezes por ano com o mesmo jogador ele faz, porque ele ganha dinheiro com isso. E as pessoas não veem algumas coisas”, afirmou.

Apesar da incerteza sobre o destino de Elias, o técnico atleticano segue contando com o jogador para os próximos compromissos do time. Levir afirmou que não pretende tirar o meio-campista do time titular que entrará em campo no clássico contra o Cruzeiro, no domingo, às 11h, no Mineirão, pela terceira rodada do Campeonato Mineiro.

“Nesse caso não, porque o atleta não tem alteração nenhuma em relação à comissão técnica, aos companheiros. Pelo contrário. Ele é exemplar. Contamos com ele e vamos ver o que vai acontecer”, revelou o treinador.

A ‘novela’ Elias

O Internacional manifestou interesse por Elias no final de 2018, mas as propostas apresentadas não foram capazes de fazer a diretoria do Atlético ceder. Em 9 de janeiro, o executivo de futebol colorado, Rodrigo Caetano, veio a Belo Horizonte tentar negociar o meio-campista, mas não obteve sucesso.

Elias quer assinar um novo contrato válido até 2021 e manter o salário atual, um dos maiores do elenco alvinegro. O modelo de negócio foi apresentado pelo estafe do jogador em reuniões com representantes do Atlético. A última delas ocorreu na tarde dessa segunda-feira e, do lado do clube, contou com as presenças do diretor de futebol Marques e o advogado Lucas Ottoni.

A ausência do presidente Sérgio Sette Câmara em três reuniões irritou o estafe de Elias. Internamente, a diretoria do Atlético entende que não há necessidade de tratar da renovação com o meio-campista imediatamente.

Nessa quarta-feira, Eliseu Trindade, pai e empresário do atleta, mostrou irritação com a forma com a qual o Atlético está conduzindo a negociação com o time gaúcho.

“Não se trata um jogador do nível do Elias dessa forma. Hoje o que eu diria para o torcedor colorado é de que o jogador quer negociar com o Inter”, disse Eliseu em entrevista à Rádio Bandeirantes do Rio Grande do Sul.

Tags: seriea futnacional mercadobola atleticomg internacionalrs