Atlético

ATLÉTICO

Rodrigo Santana exalta vitória de time alternativo do Atlético

Treinador ressaltou cansaço da equipe por causa da sequência de jogos da equipe alvinegra nos últimos dias

postado em 07/05/2019 23:36

<i>(Foto: Bruno Cantini/Atlético)</i>

Mesmo com time alternativo, o Atlético conquistou a vitória por 2 a 1 sobre o Zamora, na noite desta quarta-feira, em Barinas, na Venezuela. O resultado, conquistado na despedida da equipe na Copa Libertadores, garantiu o Galo na Copa Sul-Americana. O triunfo foi exaltado pelo técnico Rodrigo Santana.

O treinador do Galo ressaltou a importância do resultado. Rodrigo Santana afirmou que a equipe estava desgastada fisicamente por causa da sequência intensa de jogos disputados - foram cinco partidas em 14 dias. 

“Fizemos um grande primeiro tempo. A postura do time foi o que a gente exigiu. Sentimos muito a viagem, a sequência de jogos. Completamos três jogos seguidos fora de casa. A gente está muito cansado, muito abafado. Fizemos os dois primeiros gols, poderíamos ter feito mais. A gente queria fazer mais um no segundo tempo para conseguir dosar mais. Eles vieram para cima, valia uma vaga na Sul-Americana”, disse o treinador, que comentou a queda de rendimento da equipe no segundo tempo. 

“O treinador deles mexeu no intervalo, colocou o time para cima, eles fizeram o gol de pênalti. A gente tinha muita intenção de mexer, a gente viu que estava caindo, mas só tínhamos três substituições. Acredito que a gente foi feliz. Foi no sufoco, é natural. Nossa intenção era sair com a vaga e conseguimos. Foi válido. A maioria dos jogadores não vinha tendo muito ritmo de jogo, eles foram guerreiros, se superaram. Isso é importante, isso é o Atlético. Não tem time A, B, alternativo. Vestiu a camisa, tem que jogar, dar 100%. Eles se doaram muito dentro de campo e o mérito total foi deles”, completou.

O Atlético abriu 2 a 0 sobre o Zamora no primeiro tempo. Os gols foram marcados por Alerrandro. Na etapa final, o time venezuelano diminuiu e pressionou em busca do empate até o fim da partida. 

Para o técnico atleticano, a produção da equipe poderia ter sido melhor caso o gramado do estádio ‘La Carolina’ tivesse qualidade melhor.

“A qualidade da equipe é muita alta, o grupo é muito bom. Eles sentiram muito o gramado. Se tivesse um gramado melhor a gente conseguiria produzir mais. O gramado em Fortaleza estava pesado, esse aqui estava muito mais e, mesmo assim, a equipe conseguiu envolver. No fim do jogo a gente conseguiu trocar passes no campo ofensivo, mas é uma coisa que a gente precisa estimular mais e fazer mais, porque qualidade e condições a gente têm”, concluiu.

O Atlético volta a campo no próximo domingo. O Galo recebe o Palmeiras, às 16h, no Mineirão, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro.

Tags: libertadores2019 interiormg galo atlético