Atlético

ATLÉTICO

Versátil, Nathan diz que recebeu dicas de Adilson para atuar como primeiro volante

Armador de origem, jogador de 23 anos tem ganhado espaço por sua polivalência

postado em 30/09/2019 19:00 / atualizado em 30/09/2019 20:01

<i>(Foto: Bruno Cantini / Atletico)</i>

Versatilidade. Por ter essa característica, Nathan vem ganhando espaço no Atlético. No domingo, o jogador foi titular na vitória atleticana sobre o Ceará por 2 a 1, no Independência, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. Desta vez, o técnico Rodrigo Santana optou por escalá-lo na função de primeiro volante, substituindo o lesionado Jair. 

Meia de origem, Nathan já atuou em várias funções no Atlético. Foi armador, ponta e, recentemente, vinha atuando como segundo volante. Por ter uma boa saída de bola, o camisa 23 acabou ganhando a disputa com Zé Welison para ocupar a vaga de primeiro volante deixada por Jair, que se machucou no jogo contra o Colón, na última quinta-feira, pela Copa Sul-Americana

 
Segundo o jogador, o ex-volante Adilson, agora membro da comissão técnica do Galo, o ajudou dando dicas de como atuar na nova posição. “Quem me ajudou muito foi o Adilson, falando que eu tinha que fazer as leituras das jogadas, chegar antes na jogada. Agora eu pretendo crescer e, se for para jogar nessa posição, eu estou à disposição”.

Mesmo tendo a versatilidade como uma virtude, o que tem lhe garantido minutos em campo, Nathan mostrou-se surpreso com o pedido de Rodrigo Santana para atuar como primeiro homem à frente da linha de defesa. Por ter feito boa parte da carreira na parte ofensiva das equipes por onde passou, a marcação não é o forte do jogador.

Fiquei um pouco surpreso por ter jogado de primeiro (volante). O Rodrigo chegou durante a semana e falou para mim que eu iria jogar de primeiro volante e eu falei: ‘vão bora, professor. Estou aí, quero ajudar e, se for preciso, jogo até de primeiro volante’. A gente teve dois treinos durante a semana antes do jogo, tentei absorver o máximo possível”, disse. 

Para Nathan, o apoio dos colegas foi fundamental para o bom desempenho na partida desse domingo. “No começo do jogo eu conversei com meus companheiros para eles tentarem me auxiliar bastante na hora da marcação. Só tenho a agradecer pelo apoio dentro de campo, a orientação. O Elias, Réver, Rabello, os nossos laterais também sempre comunicando. Fiquei muito feliz em poder participar do jogo dessa maneira”.

Permanência no Atlético

Emprestado pelo Chelsea até o final deste ano, o meia sonha em manter-se entre os 11 para prorrogar sua permanência na Cidade do Galo. “Estou aqui para ajudar, independente da posição. Se o Rodrigo precisar contar comigo eu vou dar o meu máximo e tentar ajudar o time”.

Contratado pelo Atlético em julho de 2018, Nathan já teve seu empréstimo prorrogado por mais seis meses - inicialmente, ficaria em Belo Horizonte somente até julho de 2019. Adaptado à cidade e ao time, o jogador quer ficar e acredita que pode contribuir com sua polivalência.

“Eu me adaptei muito bem. No começo foi um pouco difícil na minha chegada, mas agora me sinto em casa. Tenho muito interesse em ficar, já até falei com meu pai, que cuida disso. Falei que aqui me sinto bem, me sinto em casa, gosto de tudo mundo que trabalha aqui, desde o presidente com quem trabalha na cozinha. Não tenho inimizade com ninguém, todos são meus amigos, me dou super-bem com todo mundo. Sei que com o dia a dia eu posso ajudar muito o Galo”, concluiu.
 

Tags: atleticomg interiormg futnacional seriea