Atlético

ATLÉTICO

Empresário diz que Atlético não fez consulta por Mariano e revela carinho do lateral pelo técnico Jorge Sampaoli

Lateral-direito é monitorado pelo Galo depois da saída de Patric

postado em 05/04/2020 21:53

(Foto: Bulent Kilic / AFP)

O Atlético busca um lateral-direito para compor o elenco depois da saída de Patric. Um dos nomes especulados é o de Mariano, de 33 anos, que pertence ao Galatasaray, da Turquia. O jogador já trabalhou com o técnico Jorge Sampaoli.

Empresário de Mariano, Marcelo Robalinho afirmou que não recebeu nenhuma consulta do Atlético pelo jogador. “Até o momento não houve nenhuma procura oficial do Atlético”, disse o agente, em entrevista ao Canal do Nicola.

Mariano e Sampaoli trabalharam juntos na temporada 2016/17, no Sevilla. Naquela temporada, o jogador foi titular da equipe do argentino, participando de 43 jogos, sendo apenas quatro como reserva. O empresário do jogador falou do carinho do atleta pelo comandante.

“O Sampaoli nutre um carinho especial pelo Mariano, e é recíproco. O Mariano gostou muito de trabalhar com o Sampaoli, com a comissão do Sampaoli. O Mariano sempre se deu bem com eles. É um carinho recíproco. Daí a dizer que estamos em negociação... Eu fiquei sabendo pela mídia que o Atlético vai fazer uma redução de 25% dos salários. Qual é o clima para o Atlético, hoje, negociar contratação? Temos que ter paciência, esperar passar a crise do coronavírus”.

Mariano tem contrato com o Galatasaray até o fim da temporada europeia (30 de junho). O Superesportes apurou que a situação contratual, no entanto, ainda é indefinida. Com a pausa do futebol mundial por causa da pandemia do novo coronavírus, ainda não se sabe se os vínculos dos jogadores serão ampliados. Caso o contrato do lateral seja modificado, ele não poderia deixar o clube sem custos no fim do primeiro semestre.

O agente do jogador afirma que, por causa das boas atuações por onde passou no futebol europeu, Mariano ainda tem mercado no Velho Continente. Robalinho listou o que um clube brasileiro precisa fazer para fechar com o jogador.

“Neste momento, para o jogador é muito confuso, porque tem uma possibilidade de renovação, com valores salariais muito altos. Você tem mercado, porque o Mariano foi muito bem, o melhor lateral-direito na França, o melhor lateral-direito na Espanha, chegamos a conversar com o Barcelona depois do título da Liga Europa. Há um mercado europeu forte por ele. Para voltar ao Brasil, tem que voltar para clube que quer ser campeão, uma estrutura bem montada, estável e com a parte financeira dentro da realidade”, concluiu.

Além da saída de Patric, o Atlético entende que pode perder outro lateral-direito durante a temporada. Guga, titular da equipe, é um dos atletas com potencial de venda do clube. O alvinegro trabalha com uma meta de arrecadação com transferências de jogadores em 2020 e o jovem pode ser negociado caso receba uma proposta. Por isso, a chegada de um novo jogador para a posição é vista com bons olhos pela diretoria.

Mariano já passou pelo Atlético. Em 2008, ele foi contratado para o Campeonato Brasileiro. O jogador era um dos destaques daquela equipe, mas acabou dispensado pela diretoria por causa de indisciplina. Antes do jogo contra o Palmeiras, em São Paulo, ele abandonou a concentração ao lado do lateral-esquerdo Calisto e do meia Lenílson. Eles foram para uma festa e tiveram o contrato rescindido por justa causa.

Na época, arrependido, ele chegou a divulgar uma nota desculpando-se. “Poderia ter continuado um pouco mais no Atlético, mas entendi a posição do clube. Consegui absorver aquela situação e segui mais focado na carreira”, disse Mariano, ao Superesportes, em 2012.

Depois que deixou o Atlético, Mariano assinou contrato com o Fluminense e se destacou no tricolor. Ele foi titular por três temporadas até ser vendido ao Bordeaux, da França. O jogador ainda teve passagem pelo Sevilla até chegar ao Galatasaray, na temporada 2017/18.

Tags: galo atlético galatasaray mariano empresário interiormg futinternacional mercadobola