Atlético

ATLÉTICO

Após recesso, 13 jogadores se reapresentam ao Atlético para temporada 2021

Grupo teve dez dias de folga voltou ao trabalho na tarde desta segunda-feira

postado em 08/03/2021 16:50

(Foto: Pedro Souza/Atlético)
Após curtirem recesso de dez dias, 13 jogadores do Atlético se reapresentaram ao trabalho na tarde desta segunda-feira. Eles passaram por exames e testes físicos na Cidade do Galo.

O grupo é formado pelo goleiro Everson, o lateral-direito Guga, os zagueiros Réver e Junior Alonso, o lateral-esquerdo Guilherme Arana, os volantes Alan Franco, Allan e Jair, os meias Nathan e Hyoran, além dos atacantes Eduardo Sasha, Keno e Savarino.

O atacante Eduardo Vargas também ganhou um período de descanso, mas menor que o dos demais. O chileno retomou as atividades na última sexta-feira.

Eles receberam um período de descanso por terem sido os que mais jogaram na temporada 2020. Agora, iniciam a preparação para as competições do calendário de 2021.

Durante o período em que o elenco esteve incompleto, o Atlético deu oportunidades aos jogadores do elenco profissional que atuaram menos na temporada passada. Também ganharam chances jovens das equipes sub-20 e de transição.

E o plano da diretoria deu certo. Enquanto os titulares descansavam, o time alternativo venceu as três primeiras partidas do Campeonato Mineiro, contra URT (3 a 0), Tombense (2 a 1) e Uberlândia (4 a 0).

Pelo planejamento da diretoria, os jogadores do elenco principal que ainda não tiveram folga também devem ter um período de recesso nos próximos dias. A expectativa é ter o grupo completo para a estreia na Copa Libertadores, na segunda quinzena de abril.

Preparação

Os jogadores relacionados para o jogo desse domingo contra o Uberlândia, no Mineirão, ganharam folga nesta segunda-feira. Eles iniciam nesta terça a preparação para o duelo diante do Patrocinense.

As equipes se enfrentam no sábado, a partir das 19h, em Patrocínio, pela quarta rodada da fase classificatória do Estadual. Ainda não se sabe se o técnico Cuca já estará no banco de reservas.

O treinador, que assinou vínculo válido até 2022, chegaria a Belo Horizonte nesta terça-feira. Porém, os planos mudaram em função do agravamento do estado de saúde de sua mãe, Nilde Stival, internada em Curitiba após contrair COVID-19.

Ainda não há nova previsão para a chegada do técnico à capital mineira. Enquanto isso, os treinos ficam sob responsabilidade da comissão técnica permanente e do auxiliar Eudes Pedro, contratado com Cuca.

Tags: galo atleticomg interiormg futnacional seriea