Atlético

ATLÉTICO

Hulk descarta conciliação com Pottker, do Cruzeiro: 'Falou coisas graves'

Atacante do Atlético relembrou a briga com o jogador da Raposa no clássico da nona rodada do Campeonato Mineiro

postado em 05/05/2021 15:55

(Foto: Ramon Lisboa/EM/D. A Press)
 
O atacante Hulk, do Atlético, descartou fazer as pazes com William Pottker, do Cruzeiro, com quem teve um desentendimento no clássico da nona rodada do Campeonato Mineiro. Na ocasião, ambos foram expulsos e discutiram em campo e no caminho para os vestiários do Mineirão.
Durante entrevista à TV Globo, nesta quarta-feira, Hulk disse que Pottker falou coisas que o machucaram muito. Logo, não quer conciliação com o jogador do rival.

“Temos que perdoar todo mundo, ter humildade de perdoar, mas eu prefiro ficar no meu espaço, e ele no dele. Ele falou coisas muito graves a meu respeito, coisas que eu poderia ser até, mais pra frente, não digo até caso de processo e tudo, mas procurei não ir para esse lado, porque sou uma pessoa de paz. Mas prefiro eu ficar no meu lugar e ele no dele lá”, completou”, justificou Hulk.

“Para falar a verdade, quem me conhece, conhece o Givanildo (nome dele) mesmo, muitos conhecem o Hulk jogador, o Hulk famoso, mas não conhecem o Givanildo. Eu sou uma pessoa muito do bem, não gosto de confusão. Quem me vê forte, quando eu entro em campo me transformo, porque ali é meu foco e tenho que defender. Mas sou uma pessoa muito de caráter”, agregou.
 
 
Hulk foi acionado no clássico com o Cruzeiro aos nove minutos da etapa final. Pouco depois, o atacante viu a equipe celeste abrir o placar com o atacante Airton.

O primeiro cartão amarelo de Hulk foi aos 34 minutos do segundo tempo. O jogador atleticano sofreu uma falta no meio-campo, mas deixou o braço para atingir o rosto de Matheus Neris.

Já aos 44 minutos da etapa final, antes de cobrança de falta na área, o atacante do Galo se desentendeu com William Pottker. Os dois levaram o cartão vermelho. Hulk tentou argumentar com o árbitro Paulo Cesar Zanovelli mostrando um arranhão no peito, mas a decisão foi mantida.

Na descida para os vestiários, Hulk e Pottker trocaram ofensas. O atacante celeste provocou o jogador adversário o chamando de "corno" e "bumbum granada". Por sua vez, ferozmente, o atleta alvinegro rebateu os insultos: "Você é covarde, rapaz. Vai embora, juvenil. Vai mané, otário". Equipes de seguranças dos dois times tiveram que intervir para evitar uma confusão ainda maior.

Hulk e Pottker foram julgados pelo TJD-MG na semana passada, mas acabaram advertidos pelo mau comportamento no clássico.

Tags: atleticomg cruzeiroec interiormg futnacional seriea