Atlético

ATLÉTICO

Hulk diz que não fica na bronca com comentaristas e mostra gratidão ao Galo

Atacante de 34 anos ainda elogiou o técnico Cuca, com quem teve um desentendimento no início da temporada

postado em 15/06/2021 10:21 / atualizado em 15/06/2021 10:43

(Foto: Reprodução)

O atacante Hulk disse que não fica na 'bronca' com os comentaristas esportivos que, em sua maioria, apostaram em um fracasso do paraibano com a camisa do Atlético. O jogador de 34 anos diz que desde os tempos em que defendia a Seleção Brasileira ouve análises equivocadas do seu estilo de jogo.

"Sobre as avaliações, eu sempre acompanhei que mesmo quando eu estava na seleção tinham comentaristas que comentavam a respeito das minhas características e muitos não me conheciam. E eu percebia pela maneira que eles falavam do meu estilo de jogo, mas nunca foi algo que me chateou. Eu pensava que os comentaristas não tinham acesso aos nossos jogos lá fora. Talvez eu não seja um jogador que interessasse tanto a eles, porque eles não acompanham para saber a característica do jogador. Mas nunca foi uma coisa que me chateou. Quando cheguei ao Atlético, teve muito disso mesmo, muita desconfiança, muitas pessoas falando que o Atlético fez um mau investimento, mas nunca foi algo que me chateou, algo que me tirou o foco.", disse.

Hulk lembrou de um episódio com o técnico português Jesualdo Ferreira, que o dirigiu no Porto de 2008 a 2010. O atacante tinha acabado de se transferir para o futebol português após três anos no Japão. A imprensa via com desconfiança a chegada do brasileiro.

"Quando cheguei ao Porto, lembro que era o treinador Jesualdo, lembro que muitos me criticaram, falando que o Porto ia contratar um jogador do futebol japonês. E o Jesualdo Ferreira falou: 'a dimensão do campo no Japão é a mesma dimensão na Europa, a bola é a mesma, o Hulk só tem que chegar e jogar'. Eu levei isso comigo. Independente do lugar, você tem que procurar jogar o que você sabe, claro que adaptando o mais rápido possível", disse Hulk, que elogiou Cuca.

"O professor Cuca tem muita experiência no futebol brasileiro, as conversas que tive com ele foram muito produtivas, faço o que gosto de fazer que é jogar futebol e a cada dia me sinto mais adaptado", frisou.

Hulk teve um início tumultuado e chegou a cobrar mais tempo de jogo do técnico Cuca. Depois ele mostrou em campo seu futebol e se tornou o principal jogador do Atlético na temporada. Em 22 jogos com o Galo, marcou 11 gols e deu quatro assistências.

"Depois que o Cuca me colocou como 9, isso me ajudou bastante. Ele dá total liberdade para a gente, para os jogadores do ataque, não só para mim, mas para todos que fazem parte do ataque, para ter total liberdade na mudança de posição e dificultar a marcação do adversário, então a gente faz isso com frequência, tem jogadores para fazer isso com qualidade, e vem dando certo, foi o que aconteceu com o São Paulo, quando eu arranquei do meio-campo, dei o passe para o Hyoran, que fez a assistência para o Jair fazer o gol. Isso ajuda bastante nos jogos".
 

Atlético


Tem chamado a atenção dos torcedores do Atlético nas redes sociais a identificação de Hulk com o clube. O jogador sempre está com uniforme e camisa do Galo, assim como os seus familiares. Hulk disse que quer retribuir a valorização e o carinho da equipe mineira.

"Eu sou muito grato ao futebol, o futebol mudou a minha vida. E eu sou muito grato a quem me valoriza, o Atlético é minha casa, a minha família de sangue veste Atlético porque nós somos gratos pela forma como fomos recebidos aqui, e vai ser sempre assim até o último dia meu no Atlético. Estou muito feliz, muito motivado para fazer grande história aqui. E a gente fica na ansiedade de encontrar essa torcida maravilhosa, espero passar por este momento delicado que estamos vivendo, para que possamos nos reencontrar no estádio lotado, comemorando jogos, títulos e grandes histórias".

Seleção Brasileira


Hulk disse que ainda tem planos de voltar à Seleção Brasileira. "Qualquer jogador sonha defender seu país. Já defendi por alguns anos e foi um dos melhores momentos da minha vida, mas o meu foco é 100% o Atlético, quero representar melhor meu time a cada jogo para quem sabe ter uma nova oportunidade com a camisa da Seleção Brasileira".

Tags: galo cuca hulk gratidão futinternacional seriea selefut