Atlético

COPA LIBERTADORES

Atlético: Everson chora, revela 'gratidão' após falha e fala sobre críticas

Emocionado, goleiro concedeu entrevista coletiva após classificação do Galo na Libertadores

postado em 20/07/2021 23:45

(Foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)
O goleiro Everson viveu uma noite memorável nesta terça-feira (20), no Mineirão, em Belo Horizonte. Em entrevista coletiva concedida após o empate em 0 a 0 com o Boca Juniors, pelas oitavas de final da Copa Libertadores, o arqueiro chorou, revelou ter sentido 'gratidão' mesmo após falha na segunda etapa e falou sobre as críticas que sofre por parte da torcida do Atlético.

Inicialmente, questionado sobre a falha no lance que originou gol - posteriormente anulado por impedimento - do Boca Juniors, Everson disse ter sentido gratidão. O goleiro atleticano pediu 'iluminação' conforme sua crença religiosa e esperou oportunidade de dar 'parcela de contribuição' para classificação.
 
"Gratidão. Muita gratidão a Deus, Nossa Senhora Aparecida. Um lance interpretativo, numa bola parada. Uma bola que tive que agir para acabar ajudando meus companheiros. O atacante deles interferiu na minha ação e estava impedido. Depois dali, foi só gratidão a Deus e Nossa Senhora Aparecida. Pedindo que me iluminasse naquele momento para que eu pudesse dar minha parcela de contribuição para todo elenco, para toda diretoria", garantiu.
 
Já na disputa de pênaltis, Everson foi do 'inferno ao céu' e brilhou. Ele defendeu duas cobranças da equipe argentina e selou a classificação alvinegra com uma bela batida no ângulo, no tiro final. O arqueiro afirmou que este foi o gol mais especial de sua carreira e ainda revelou ter sido 'pego de surpresa' com a escolha de Cuca.
 
"O gol mais especial da minha carreira. Ele não entra na estatística, dentro de um jogo, mas com certeza é o mais especial e o mais decisivo. Um momento de tensão, na quinta batida, onde o Cuca deixou essa responsabilidade para mim (risos). Eu também não esperava essa responsabilidade, mas não fugi dela", enfatizou.
 
 

Críticas e apoio da família

 
Em seguida, o goleiro foi questionado sobre as diversas críticas que já recebeu ao longo de sua trajetória no Atlético. Durante o Campeonato Brasileiro de 2020, o arqueiro foi frequentemente questionado - e até ameaçado - nas redes sociais. Sobre o tema, Everson garantiu que o trabalho acaba por minar esta desconfiança.
 
"Acho que a gente tem que estar sempre demonstrando, trabalhando. Hoje, eu trabalho para o clube - um clube grande, onde a diretoria confia no meu trabalho, o treinador também. Venho trabalhando diariamente, e a gente sabe que futebol você tem que estar provando, trabalhando em alto nível. Automaticamente, alguma desconfiança acaba saindo naturalmente", afirmou.
 
Everson também mencionou o apoio dos familiares como fator determinante para a consolidação de sua carreira. "Com certeza, minha esposa e minha família (aos prantos). Hoje, estar aqui, disputando uma Libertadores, contra uma grande equipe, brigando pelo título e ter passado pelas quatro divisões do Campeonato Brasileiro... sofri algumas dificuldades, mas sempre com ela e meus filhos do meu lado. Não só a fé que eu tenho, mas uma esposa e uma família dentro de casa que sempre estiveram comigo nos momentos bons e nos ruins", finalizou.
 

Tags: criticas falha chora atleticomg interiormg futnacional seriea gratidao everson libertadores2021