Cruzeiro

CRUZEIRO

Cruzeiro deixa futuro de Júlio Baptista em aberto na Toca da Raposa II; veja números de 'La Bestia'

Meia manifestou intenção de renovar contrato que se encerrará em 31 de julho

postado em 14/07/2015 17:30 / atualizado em 14/07/2015 17:45

Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press.

Próximo do fim de contrato com o Cruzeiro, que vai até o fim de julho, Júlio Baptista concedeu entrevista ao Superesportes e manifestou o interesse de renovar seu vínculo com o clube até dezembro. No momento, ele se recupera na Toca da Raposa II de uma cirurgia no joelho direito, feita em Barcelona, para corrigir uma lesão na cartilagem. O procedimento foi feito em fevereiro pelo médico catalão Ramon Cugar Bartomeu. Por ora, não há previsão oficial do clube sobre a volta do meio-campista aos gramados.

”Tenho muito futebol pela frente. Gostaria muito de jogar mais seis meses no Cruzeiro e mostrar ao torcedor que sou útil e gosto do clube”, declarou o jogador.

Em 1º de abril, o supervisor Benecy Queiroz chegou a adiantar aos jornalistas, em conversa informal na Toca da Raposa II, que Júlio Baptista não continuaria após o vencimento do contrato. “Não vamos renovar”.

Já em 9 de abril, o gerente de futebol Valdir Barbosa adotou outro tom, dizendo que o presidente Gilvan de Pinho Tavares ainda tomaria uma decisão sobre o futuro de Júlio Baptista. “Eu conversava hoje com o presidente Gilvan a respeito do Júlio Baptista e ele disse que não podemos dizer nada sobre o amanhã. O Júlio tem pretensões de jogar nos Estados Unidos, ou nos Emirados Árabes, ou no Catar. Temos a opção de renovar, então vamos esperar mais um pouco”.

Já nesta terça-feira, a posição oficial do clube continuou sendo de indefinição. “A preocupação é que ele se recupere e volte a jogar. Esse assunto (renovação de contrato) nunca foi tratado dentro Cruzeiro”, disse o diretor de comunicação Guilherme Mendes.

Na entrevista exclusiva que concedeu, Júlio projetou o seu retorno às atividades normais em um mês. Logo, se tivesse o vínculo prorrogado, poderia ser aproveitado por Vanderlei Luxemburgo em pouco mais de três meses completos nesta temporada (parte de agosto, setembro, outubro, novembro e início de dezembro).

Baptista se sente em condições de ser o tal ‘camisa 10’ que tanto a torcida anseia. “Acho que em um mês estarei pronto. Se o Vanderlei quiser, posso ser esse 10. Nunca me escondi da responsabilidade. Como o maior salário do clube, sei que minha carga é maior, mas para isso precisava jogar. No banco de reservas, não poderia resolver nada. Fiquei chateado algumas vezes, fui xingado por torcedores na minha cara, sem ser titular e poder provar meu valor. Estive inteiro por dois anos, mas não tive a chance de que precisava. Nunca fui titular do Cruzeiro”.

Júlio Baptista marcou 17 gols em 60 apresentações pelo Cruzeiro, sendo 31 como titular e 29 como suplente.

Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press.

ANO A ANO

Em 2013, Júlio Baptista disputou 14 jogos dos 25 disputados pelo Cruzeiro desde a sua contratação. Marcelo Oliveira o escalou quatro vezes como titular e dez como suplente. Das 11 partidas em que ele ficou fora, sete foram por conta de uma lesão na panturrilha esquerda.

Em 2014, o meio-campista jogou 43 dos 76 jogos do Cruzeiro na temporada. Foram 25 atuações como titular e 18 como reserva. Júlio Baptista ficou fora dos planos de Marcelo Oliveira em 18 jogos por conta de três contusões (ver relação abaixo). Em outros 15 jogos, não foi aproveitado por opção do treinador.

Já este ano, Júlio Baptista só esteve em ação em três partidas, duas como titular e uma como reserva. Depois disso, teve a lesão no joelho direito e ficou em recuperação. O último jogo foi contra a Caldense, pelo Campeonato Mineiro, em 8 de fevereiro.

2015

Fez 3 jogos, dos 38 disputados pelo Cruzeiro na temporada (7,8% do total)
Ficou fora de 35 jogos por contusão (92,2% do total)

Afastado desde fevereiro por contusão no joelho direito

2 como titular (66,66%)
1 como reserva (33,34%)

2014

Fez 43 jogos, dos 76 disputados pelo Cruzeiro na temporada (56,58% do total)
Ficou fora de 18 jogos do ano por lesão (23,69% do total)
Em outros 15 jogos, não foi aproveitado (19,73% do total)

25 como titular (58,13%)
18 como reserva (41,87%)

12 gols

As contusões de Júlio Baptista no ano:


- 24/2
Dor no joelho direito. Exame não constatou lesão
Ausentou-se de 5 jogos por conta de tratamento e recuperação

- 23/7
Lesão na panturrilha esquerda
Ausentou-se de 2 jogos por conta de tratamento e recuperação

- 17/9
Lesão na coxa esquerda, sofrida durante vitória sobre Atlético-PR por 2 a 0
Ausentou-se de 11 jogos por conta de tratamento e recuperação
Voltou a jogar em 29/10 - Cruzeiro 1 x 0 Santos

2013

Fez 14 jogos, dos 25 disputados pelo Cruzeiro desde sua contratação (56% do total)
Ficou fora de 7 partidas por contusão (28% do total)
Em outras quatro partidas, não foi aproveitado (16% do total)

4 como titular (28,57%)
10 como suplente (71,43%)

5 gols

21/8
Estreou pelo Cruzeiro na vitória por 2 a 1 sobre o Flamengo

A lesão de Júlio Baptista naquele ano:


- 27/9
Lesão na panturrilha esquerda
Ausentou-se de 7 jogos por conta de tratamento e recuperação

Voltou a ser relacionado em 25/10 para partida contra o Criciúma

Tags: seriea reserva titular lesões contrato cruzeiro entrevista júlio baptista